Oláá!

Dessa vez o post foi escrito no Brasil hehe, inclusive, queria pedir desculpas à vocês pois por causa da minha volta acabei não aparecendo por aqui. Aí você se pergunta: “Mas nossa, o que teve de tão corrido nessa volta?” Bom, senta que lá vem textão que eu vou te contar a minha estória…

Depois de 1 ano e 8 dias no Canadá (373 dias, 8952 horas, 537.120 minutos… como vc preferir haha) eu voltei! E como vocês já leram nesse post, eu não sou das mais sortudas para voos internacionais 😡

Começando com as malas: NÃO SE ESQUEÇAM DOS LIMITES! Duas malas, cada uma com 32 kg. Eu voltei com 3! Aliás uma dica, acaba saindo mais barato comprar mala extra do que pagar o peso extra, se você achar que o excesso será relevante! Mas não se iludam… No aeroporto eles NÃO DEIXAM você embarcar com malas acima de 32 kg, mesmo que você pague o extra. O que aconteceu comigo foi que, voltei com 3 malas e tinha pesado em casa mesmo, todas estavam ok. Chegando no aeroporto achei que as 3 estavam dentro do limite, mas quando a atendente pesou uma mala excedia 2 kg. Ela me mandou transferir o peso para as outras malas, mesmo que as outras não chegassem nem a 30. Tive que abri-las e deixar todas dentro do limite. Outro caso foi uma amiga que voltou com duas malas, uma dentro do limite e outra com 45 kg, ela não tinha mala extra e a companhia aérea disse que ela deveria tirar os quilos a mais e colocar dentro de um saco que eles ofereceram lá, pois nenhuma mala poderia ser despachada com peso a mais. Então, imagina o desespero tentando transferir os quilos extras para as outras malas e torcer para dar certo! Mas deu! Hahaha

Imigração no aeroporto de Toronto: o meu voo era Toronto – São Paulo, pela LATAM. Mas não sei se vocês sabem que não existe voo direto por essa companhia, então eu tinha que passar por Nova Iorque, daí a imigração… Bem, fila imensa, mas não tive muitos problemas… Só coisas do tipo minha pulseira estourar e a oficial pegar a bandeja que nós colocamos nossos itens com a minha passagem dentro (mini infarto nessa hora), mas depois achou e deu certo.

Companhia aérea: vim e voltei de LATAM, infelizmente tive problemas nas duas vezes. Na ida, você pode clicar nesse link e conferir. Na volta… Desde Toronto tive problema. Começou que recebi um e-mail dizendo que o voo em Toronto atrasou 3 horas, liguei na central da LATAM para confirmar. Cancelado mesmo… Nesse meio tempo, o status do voo em Nova Iorque aparece cancelado (mini infarto de novo..). Ligo novamente na central e eles me dizem que não tem essa informação e que somente no aeroporto eu conseguiria resolver. Partiu aeroporto. Chegando lá, fui despachar as malas e tive aquele pequeno probleminha descrito acima e pergunto para a atendente sobre o voo de Nova Iorque. Ela me diz que está tudo certo. Ok. Malas despachadas, imigração, embarque. Na hora do embarque pergunto ao gerente da LATAM que ali estava sobre o voo de Nova Iorque e ele diz que está tudo resolvido. Embarco feliz…

… Até que chego em Nova Iorque e descubro que o voo está cancelado. Ninguém da companhia LATAM sabia informar onde deveríamos ir. Após 40 minutos nos informaram que deveríamos seguir para a área de Check-In. Saímos da área de embarque sem saber sobre as malas. Espera de 6 horas para ser atendida!! E quando fui atendida descubro que tenho que dormir em Nova Iorque. Ok, já que não tinha jeito… Tive que esperar até as 8 da noite do dia seguinte para ir à Santiago, no Chile, para depois chegar em São Paulo. Ou era isso, ou eu só chegava no Sábado de manhã. Em Santiago, exausta… Escuto me chamando no alto falante do aeroporto (aqui eu já não tinha nem coração mais..), me dirijo ao guichê e a atendente me diz que eles não estavam achando o número do meu e-ticket no sistema e, caso não achassem, eu não embarcaria. Espera de mais 20 minutos e acharam. Embarquei e depois de quase 2 dias, chego à São Paulo.

Ao chegar, as malas já estavam lá. Elas tinham ido no voo de quinta à noite, coisa que só descobri chegando lá. Mas tudo bem, passou! E nada melhor do que chegar e encontrar minha mãe esperando do lado de fora hehe

Esse post é para dizer que, pessoal… CHEGUEM CEDO. Imprevistos acontecem, estejam preparados! Eu não estava. Sempre achamos que não pode acontecer conosco, né? E é isso, desculpem o texto longo! Os próximos posts ainda serão sobre o Canadá porque darei algumas diquinhas para vocês! Fiquem ligados.

XoXo,

Lola.

Leia também...

Deixe um comentário