Você estimula a espiritualidade?

Antes de qualquer coisa, quero pedir para que você não confunda espiritualidade com religiosidade #porfavor. São coisas diferentes! Ok, elas até podem se conectar em algum momento, mas que são coisas diferentes, são!

Espiritualidade é doar-se em nome do outro, dos animais ou da natureza; é esperar sempre o melhor; acreditar em energias positivas; sentir vibrações dos lugares e pessoas; entender o outro, se colocar no lugar do outro, desfrutar de prazeres simples e promover o bem só traz bem-estar. Espiritualidade é o respeito por si mesmo e pelo outro; é acima de tudo a valorização da vida!

A religião pode estar presente na vida de alguém sem que a espiritualidade esteja, e a religião sem a espiritualidade é um saco vazio que não para em pé ~como diz minha mãe~. A religião (independente de qual seja) deve ser acima de tudo, uma prática embasada no altruísmo… Mas não vim aqui falar sobre religiões, e sim sobre a ESPIRITUALIDADE, então vamos lá!

Estimular a espiritualidade é muito benéfico: o resultado é uma mente mais calma, mais reflexiva e menos perturbada. Grande parte da nossa capacidade de perceber e internalizar as práticas espiritualizadas vem do modelo parental. Por isso que é interessante que os pais motivem seus filhos a orarem antes de dormir, por exemplo. Independente da religião.

Outro dia li em um livro que orar estimula uma parte do cérebro responsável pela acomodação, aceitação da informação, bem como pela resolução de problemas. Logo, pessoas que estimulam sua espiritualidade, acalmam suas mentes e conseguem encontrar mais soluções para seus problemas.

A espiritualidade possui outra importante via de acesso, uma maneira de olhar para dentro de você, e consequentemente, de ser propenso a olhar para o outro. Esta via é chamada de meditação. Estudos recentes apontam para resultados bastante favoráveis da prática meditativa, tanto em adulto quanto em crianças, pois ajuda a acalmar a mente. E não há nada melhor que uma mente tranquila não é mesmo?!

E depois dessa breve contextualização, que tal você começar a estimular sua espiritualidade?aproveite e clima da Páscoa, que nos remete à ressurreição, e reflita sobre as coisas que você deixou morrer em sua vida, mas que precisam URGENTEMENTE ressuscitar para que você se sinta melhor. Descubra o que te proporciona paz e serenidade e reserve algum tempo para esta prática. Crie alguns lemas pessoais (positivos hein?!) e aprenda a abandonar o medo (todos os “e se”) e o desespero (todos os “se ao menos”) e substituí-los por pensamentos positivos sobre sua vida. Solte as rédeas e confie (em você)!

Excelentes momentos de estimulação da espiritualidade a para você, um grande abraço e até mês que vem!

Leia também...

Deixe um comentário