VIAGEM GASTRONÔMICA – MATO GROSSO

Dos diversos rios do Pantanal vêm os pescados, base da culinária mato-grossense. O pintado é uma das estrelas da culinária local, com carne consistente e muito saborosa. Ele aparece em duas receitas típicas do Estado, a mojica de pintado e o pintado à urucum. O pacu é também outro peixe muito consumido na região e o prato feito com esse peixe leva costelas de pacu fritas. Nesses rios também são encontrados ou dourado, piraputanga, matrinxão e bicudo. Quer sejam fritos, assados ou ensopados, são servido acompanhados de farofa de banana-da-terra, muito comum e consumida no Estado. No menu pantaneiro ainda aparecem receitas diferentes, como o caldo de piranha e pratos à base de carne de jacaré.

peixes mt

Estados vizinhos contribuíram para a formação da culinária local, e sob a influência nordestina, chegou ao Mato Grosso a paçoca de pilão e o arroz Maria Izabel. Juntos, esses dois pratos fazem parte da primeira refeição do dia e recebe o nome de “quebra-torto”. Como sobremesas, são comuns os doces cristalizados e em calda, como o furrundu e o bolo de arroz, também comum no Mato Grosso do Sul.

CALDO DE PIRANHA

RENDE 10 PORÇÕES

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de sal
  • Suco de 4 limões
  • 4 piranhas inteiras limpas (sem as vísceras e as escamas)
  • Sal a gosto
  • 1 pimenta dedo-de-moça picada
  • 4 cebolas picadas
  • 6 colheres (sopa) de óleo
  • 6 litros de água
  • 6 tomates sem pele e sem sementes picados
  • ½ xícara (chá) de coentro picado
  • 1 xícara (chá) de leite de coco
  • 1 xícara (chá) de farinha de mandioca crua
  • 1 xícara (chá) de cebolinha picada

Modo de preparo

  1. Misture 2 colheres (sopa) de sal com o suco de limão. Passe as piranhas nesse tempero e deixe-as descansar por 10 minutos. Depois lave-as em água corrente e abundante até tirar todo o sal e o limão. Em seguida, tempere as piranhas com o sal. A pimenta dedo-de-moça e 2 cebolas picadas.
  2. Em uma panela grande, aqueça 3 colheres (sopa) de óleo. Refogue o peixe temperado por 5 minutos, adicione a água e cozinhe em fogo médio por 1 hora. Desligue o fogo, deixe esfriar e passe a mistura por uma peneira. Reserve o caldo.
  3. Em outra panela, esquente o restante do óleo e refogue as 2 cebolas restantes. Adicione o tomate e o coentro. Quando estiverem macios, acrescente o caldo reservado e o leite de coco. Ferva por mais 10 minutos. Junte a farinha de mandioca, adicionando-a aos poucos e mexendo sem parar, para não empelotar.
  4. Acerte o sal e cozinhe até ferver. Sirva com cebolinha salpicada por cima.

caldo de piranha

 

REVIRADO CUIABANO

RENDE 6 PORÇÕES

Ingredientes

  • 1 kg de coxão mole picado (ou patinho)
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino moída a gosto
  • 5 colheres (sopa) de óleo
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 pimentão verde picado
  • 2 tomates picados
  • 2 xícaras (chá) de água fervente
  • 1 xícara (chá) de farinha de mandioca
  • 6 ovos
  • 1/3 de xícara (chá) de cebolinha picada

Modo de preparo

  1. Tempere a carne com sal e a pimenta. Em uma panela, aqueça o óleo e refogue a carne. Acrescente a cebola, o alho, o pimentão e os tomates e refogue. Junte a água fervente. Aos poucos, adicione a farinha de mandioca, mexendo sempre, até começar a engrossar.
  2. Quebre os ovos inteiros por cima, abafe e cozinhe por 5 minutos. Polvilhe com a cebolinha e sirva.

revirado cuiabano

 

FRANCISQUITO

RENDE 50 UNIDADES

Ingredientes

  • 1 kg de farinha de trio
  • ½ kg de açúcar refinado
  • 250 g de margarina ou banha de porco
  • 4 ou 5 ovos
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher (café) de bicarbonato de sódio

Modo de preparo

  1. Em uma tigela, misture a farinha de trigo e a banha. Em seguida, coloque os ovos e o bicarbonato. Misture tudo, com cuidado de não sovar a massa para que a mesma não endureça.
  2. Enrole o francisquito no formato de meia-lua e coloque numa assadeira untada e polvilhada com farinha de trigo. Leve ao forno preaquecido a 180°C e asse por 20 minutos até a base começar a dourar.

 francisquito

Leia também...

Deixe um comentário