VIAGEM GASTRONÔMICA – ALAGOAS

Muito parecida com a gastronomia pernambucana, pelo fato de ter pertencido à província de Pernambuco até 1817, resulta da mistura dos primeiros habitantes locais, os indígenas, pelos colonizadores portugueses e pelos escravos africanos trazidos para trabalhar nos engenhos de cana-de-açúcar. Favorecida por sua geografia, com a presença de lagoas costeiras e um litoral extenso rico em peixes e frutos do mar, além de ter sua orla cercada por coqueirais, fazendo com que o leite de coco e os pescados sejam a base da culinária alagoana.

Na região litorânea, ingredientes vindos do mar são as estrelas da mesa. Peixes como cavala, serigado, arabaiana, cioba, agulha e robalos são transformados em peixada alagoana – prato mais tradicional do Estado –, moquecas, filés ao molho de camarão e fritadas. Os frutos do mar também são muito abundantes no litoral de Alagoas, camarões, lagostas, polvos, lulas, ostras, mariscos e siris, entre outros frutos do mar, são cozidos ou fritos nas fritadas, caldeiradas e ensopados. Mas a estrela do cardápio alagoano quem brilha é o SURURU, um molusco muito semelhante ao mexilhão, preparado de diversas maneiras, tem a fama de ser afrodisíaco além de contribuir com a renda de muitas famílias que vivem ao redor das lagoas de Manguaba, em Marechal Deodoro, e Mundaú, ao sul de Maceió.

Partindo para o interior do Estado, os aromas e sabores são outros. Sem os pescados, surgem em cena as carnes de bode, de porco, de galinha, de carneiro e de boi. Baião de dois, buchada de bode, sarapatel, carne de sol na brasa, galinha ao molho pardo, costelinha de carneiro grelhada, arrumadinho, paçoca sertaneja, feijão de coco, feijoada alagoa são alguns dos pratos típicos do sertão alagoano. Como acompanhamentos tradicionais encontramos pirões de leite ou de ovo.

Paçoca sertaneja

Paçoca sertaneja

Diante de tantos ingredientes e de tantos sabores, o que acham de preparar um almoço de final de semana típico alagoano??? Beijos a todos. Tchau!!!

PATEL DE CHARQUE

Rende 30 porções

Ingredientes – Massa

  • 1 colher (chá) de sal
  • 4 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 ovo inteiro
  • 1 colher (sopa) de óleo
  • 1 colher (sopa) de cachaça
  • ¾ de xícara (chá) de margarina
  • 1/3 de xícara (chá) de água gelada
  • Óleo para fritar

Ingredientes – Recheio

  • 200 g de carne seca cozida e desfiada
  • 1 tomate picado

Modo de preparo

  1. Em uma tigela, misture o sal e a farinha de trigo. Em seguida, acrescente o ovo, o óleo, a cachaça e a margarina. Misture e amasse bem para que a margarina desmanche na farinha.
  2. Por fim, acrescente a água aos poucos, amassando sempre.
  3. Deixe a massa descansar por 12 horas em um recipiente tampado, fora da geladeira.
  4. Para o recheio, misture a carne seca com o tomate. Reserve.
  5. Passado o tempo de descanso da massa, abra um pedaço dela com um rolo em uma superfície lisa e enfarinhada. Estique-a bem até ficar bem fina.
  6. Com um aro ou copo, corte a massa em círculos. Recheie cada círculo com o recheio e feche, colando as bordas com água e apertando com um garfo.
  7. Em uma panela, aqueça bem o óleo. Frite os pasteis e retire-os quando ficarem dourados. Escorra em papel toalha e sirva.

Pastel de carne seca

 

ESCONDIDINHO DE SIRI

Rende 10 porções

Ingredientes – Siri

  • 1 kg de carne de siri
  • Suco de 1 limão
  • Sal a gosto
  • 4 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 1 pimentão picado
  • 2 tomates picados
  • 2 cebolas picadas
  • 2 colheres (sopa) de coentro picado
  • 1 colher (sopa) de colorau
  • 1 ½ xícara (chá) de leite de coco

Ingredientes – Creme de mandioca

  • 600 g de mandioca
  • Sal a gosto
  • 1 xícara (chá) de requeijão cremoso
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 2 colheres (sopa) de margarina
  • 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Modo de preparo – Siri

  1. Tempere a carne de siri com suco de limão e sal.
  2. Em uma panela, aqueça o azeite e refogue o pimentão, os tomates, as cebolas, o coentro e a carne de siri por 10 minutos. Acrescente o colorau e o leite de coco e deixe cozinhar por mais 10 minutos. Reserve.

Modo de preparo – Creme de mandioca

  1. Cozinha a mandioca em água e sal até que fique macia. Depois de cozida, escorra bem a água.
  2. No liquidificador bata a mandioca e, aos poucos, vá adicionando o requeijão, o leite e a margarina. Bata até obter um creme homogêneo.
  3. Em uma travessa, coloque uma cada de creme de mandioca, seguida de uma cada de carne de siri e, por último, uma outra camada de creme de mandioca.
  4. Polvilhe o queijo ralado e leve ao forno para dourar.

escondidinho-de-siri

 

ARROZ COM CENOURA E CASTANHA-DE-CAJU

Serve 8 pessoas

Ingredientes

  • 2 cubos de caldo de galinha
  • 5 xícaras (chá) de água quente
  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 1 cebola média picada
  • 1 xícara (chá) de cenoura ralada no ralo grosso
  • 2 xícaras (chá) de arroz
  • 1 xícara (chá) de castanhas-de-caju torradas

Modo de preparo

  1. Dissolva os cubos de caldo de galinha na água quente.
  2. Em uma panela, esquente o óleo e refogue a cebola. Depois, acrescente a cenoura ralada e o arroz. Deixe refogar por mais 2 minutos, mexendo sempre.
  3. Adicione as castanhas-de-caju e o caldo de galinha e espere ferver. Quando ferver, abaixe o fogo, tampe a panela e deixe o arroz cozinhar até que seque a água e ele fique macio.
  4. Coloque o arroz em uma travessa e sirva.

arroz-com-cenoura-e-castanha

 

ARROZ COM CENOURA E CASTANHA-DE-CAJU

Serve 8 pessoas

Ingredientes

  • 2 cubos de caldo de galinha
  • 5 xícaras (chá) de água quente
  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 1 cebola média picada
  • 1 xícara (chá) de cenoura ralada no ralo grosso
  • 2 xícaras (chá) de arroz
  • 1 xícara (chá) de castanhas-de-caju torradas

Modo de preparo

  1. Dissolva os cubos de caldo de galinha na água quente.
  2. Em uma panela, esquente o óleo e refogue a cebola. Depois, acrescente a cenoura ralada e o arroz. Deixe refogar por mais 2 minutos, mexendo sempre.
  3. Adicione as castanhas-de-caju e o caldo de galinha e espere ferver. Quando ferver, abaixe o fogo, tampe a panela e deixe o arroz cozinhar até que seque a água e ele fique macio.
  4. Coloque o arroz em uma travessa e sirva.

queijo-coalho-com-mel-de-engenho

 

 

Leia também...

Deixe um comentário