Uruguai: Amor à primeira vista.

Olá viajantes!! É com muita satisfação que vou contar para vocês um pouquinho da minha última andança.

Fui ao o Uruguai, país maravilhoso, que encanta com sua cultura e gastronomia. Posso dizer que comi muito bem nesses dias que passei lá. Rs

Para iniciar a viagem, eu indico que vá ate a capital do país, Montevidéu. De lá chegam aéreos de várias cidades do Brasil e geralmente o preço das passagens são muito atraentes, também com pouca duração de voo, cerca de 2 horas e 30 minutos saindo de Guarulhos-SP.

Como falei no post anterior sobre documentação, ir ao Uruguai exige apenas identidade (RG) com emissão de no máximo 10 anos. Não se exige nenhum tipo de vacina.

DICA:

Atenção na franquia de bagagem – que é de apenas 23 kg – por se tratar de país da América do Sul.

Melhor época de ir

Uruguai é um destino em que podemos conhecer os principais pontos turísticos em 4 ou 5 dias. Nesse abril temos 3 (três) feriados prolongados, portanto indico aproveitar e dar um pulo.

Na Semana Santa podemos participar de festividades como, por exemplo, da chamada Semana Criolla (também conhecida por Semana do Turismo) que é uma festa que apresenta exibições típicas dos gaúchos e acontece na capital uruguaia.

Ana, desejo muito conhecer o Uruguai, mas estou curto de dinheiro, o que você me recomenda?

Então, eu sugiro que fique em Montevidéu, pois, além da capital ser muito mais barata no quesito alimentação e hotel, é muito fácil se locomover para as cidades ao redor.

Preferi ficar no centro da cidade, na Avenida 18 de julho, que é a sua via principal, contendo uma variedade de hotéis, restaurantes, lojas e supermercados. Lá a movimentação é o dia todo, sendo o transporte para os principais pontos turísticos muito mais fácil. Não se esqueça do UBER!!

Se o assunto não for economia recomendo que fique em bairros considerados nobre como São Pocitos, Punta Carretas e Carrasco. Suas ruas são arborizadas e cheias de cor, bem diferente do tom cinzento de muitas capitais do Brasil.

DICA:

Gente, não precisa deixar o celular no cofre e o dinheiro na meia, o país é considerado um dos lugares mais seguros da America Latina. Me senti muito tranquila em todas as cidades que visitei. Mas também não vale ficar marcando bobeira.

E a moeda local, Ana?

A nossa moeda é super bem aceita no Uruguai, então LEVE REAIS. Não troque por outras moedas para não perder na conversão. Entretanto, o nosso real perde um pouco quando pagamos com ele. Em Montevidéu é possível encontrar uma casa de câmbio a cada quadra, então não se preocupe porque é muito fácil.

DICA:

EVITE trocar dinheiro no aeroporto, já que é a pior cotação. Troque pouco e espere para chegar ao seu destino. Esta regra se mostrou verdadeira para todos os países que visitei.

O câmbio atual (ABR/2017) é de 8,8 pesos uruguaios para cada real. Não pensem que nosso dinheiro vale muito por lá em razão do câmbio, já que o Uruguai, como “país de primeiro mundo”, não é barato e culpa disso é porque eles importam tudo, excetuando a carne, derivados de leite e vinhos, principalmente da uva tannat[1].

DICA:

Esta dica se aplica SOMENTE A RESTAURANTES. Pagar as refeições com cartão de crédito internacional é sempre uma vantagem, visto que Uruguai incentiva a vinda de turistas, devolvendo o imposto gasto nestes casos (o chamado IVA  – 22%). Sim, teremos que pagar imposto sobre a operação financeira – IOF (6,83%) –, mas ainda se vale a pena utilizar o cartão nesses estabelecimentos, pois se recebe de volta em torno de 16% do valor da conta.

Vamos falar de uma das melhores partes do Uruguai: A sua gastronomia.

Como sempre faço em minhas viagens, procuro algum lugar que me faça sentir como um residente do lugar, conhecendo então a comida local. Um ponto sensacional que indico para comer uma bela parrillada – famoso churrasco uruguaio – é no Mercado do Porto. Almocei na Cabaña Veronica, onde antes do churrasco deles, me serviram uma deliciosa entrada de pãezinhos quente com patê. O valor da refeição é em torno de R$ 60,00 a 80,00 reais.

[1] Espécie originária do sul da França e que se deu muito bem nas terras uruguaias.

uruguai 1

Não deixe de experimentar o famoso Medio y Medio, bebida clássica uruguaia composta de metade de vinho branco seco e metade espumante. Lembrando que essa bebida foi criada no próprio mercado do porto em 1.886.

Conheci também uma pizzaria e bar chamado Tasende, frequentado em sua maioria por uruguaios (não se aceitam reais e nem cartão), onde adorei comer queso al tacho, tradicional massa de pizza com muito queijo por cima. Tem também a massinha temperada de farinha de grão de bico, a faina, ótima para acompanhar uma Patricia, com uma deliciosa cerveja local.

Conhecidos pelo requinte temos os Restaurantes Francis[1] muito bem pontuados com pelo site de avaliações turísticas Tripadvisor. Provei os famosos nhoques recheados de queijo, as bolinhas são praticamente o triplo de tamanho comparado ao nosso nhoque (nham!!).

[1] Um no bairro Carrasco e outro em Punta Carretas.

uruguai 2

A comida é uma delicia, mas o preço nem tanto (aprox. R$ 100,00 reais por prato). Isso, entretanto, nem se compara se seu desejo por pelo famoso caviar uruguaio porque se prepare para desembolsar a bagatela de quase 600 Dilmas (ou Temers). Rs.

Se você for como eu, que abre mão de uma refeição luxuosa em troca de passeios, sempre tem a alternativa do Fast Food. Um lanche que eu e meu marido adoramos (mais eu do que ele) comemos em todos os lugares que visitamos é a rede de sanduíches Subway, onde, para nossa surpresa, cada país parece trabalhar com diferentes ingredientes locais. O preço é sempre atrativo.

O sanduba do dia mais um refrigerante eu paguei 160 pesos uruguaios, equivalente a R$ 18,00.

DICA:

É costume deixar gorjetas nos restaurantes, deixe sempre caixinha, que pode ser fixado em 10% (dez por cento) do valor da conta.

E os passeios, quais você me indica?

Como nosso tempo na viagem foi curto, indico que conheça no primeiro dia a capital e vá aos principais pontos turísticos da cidade. Adquira um bilhete do Bus Turístico – Descubrí Montevideo, um ônibus aberto que percorre as principais ruas, monumentos e praças mais famosas, contendo 11 paradas que são livres, você pode descer e subir quantas vezes quiser no período de 24 horas. O valor aproximado do ticket é de R$ 75,00 reais.

À noite, é interessante conhecer a casa de shows El Milóngon que apresenta um espetáculo de danças acompanhando o jantar. Além de danças gauchescas e tango, é apresentado um espetáculo da dança uruguaia Candobe, conhecida como uma mistura de samba e dança africana. Vale a pena conferir.

No segundo dia fomos em direção a badalada Punta Del Este, conhecida como a Miami da América do Sul com sua linda orla, composta de vários iates, casas extremamente luxuosas e um dos Cassinos mais conhecidos na America Latina, o famoso Conrad, o único cassino uruguaio privatizado, já que os cassinos no Uruguai são administrados pelo governo.

Um dos lugares em que é obrigatória a parada é a Casapueblo, situada a poucos minutos de Punta.

uruguai 3

A Casapueblo foi construída pelo arquiteto e artista plástico Carlos Páez Vilaró inicialmente para ser sua casa de veraneio. Atualmente abriga suas obras de arte, porém, o momento imperdível é o pôr do sol – por volta das 18:30 e 19:00 no outono – e no momento que o sol começa a se esconder se ouve um poema na voz de Carlos Vilaró chamada de Cerimônia Del Sol. Posso garantir que se sente uma paz inacreditável. O preço gira em torno de R$ 30,00.

No próximo dia não deixe de ir a cidade de Colonia del Sacramento a aproximadamente 180km de  Montevidéu e no caminho aproveite para parar e conhecer a Granja Colonia, onde poderão conhecer a grandiosa coleção de chaveiros e lápis do Sr. Erminio Arenas, conhecida como a maior do mundo segundo o livro dos recordes Guiness Book.

Na granja você também poderá provar deliciosas geléias artesanais, queijos e o melhor doce de leite do Uruguai. Não resisti e comprei doces demais.

Chegando em Colônia, aproveite para se sentir na época de quase 500 anos atrás. Respira-se história em cada ruela que passa e suas cores floridas e ruas arborizadas são excelentes para caminhar. Um detalhe é que não se passa carros dentro da cidade muralhada.

uruguai 4

Bom, são muitas dicas que poderia dar sobre o pequeno país do Uruguai, mas ficaria horas contando cada detalhe que me surpreendeu. Espero que algumas dicas que lhes deixei possam lhe instigar e correr dar um pulo na maravilhosa terra dos pampas.

Leia também...

Deixe um comentário