Tintas, não apenas cores.

Cores são importantes genteEEE, mas as tintas também tem uma grande função nas construções.

Com a chegada do verão e das festividades de fim de ano, é comum surgir a vontade de dar aquele “tapa” no visual da nossa casa, seja dando aquele olhar mais caloroso para o jardim, como também trocando a pintura da fachada e dos ambientes de onde moramos.

Mas o que pouca gente sabe é que, assim como o jardim, a pintura tem funções que vão muito além de serem apenas decorativas.

Não apenas a tinta, mas o diversos produtos que envolvem a pintura cumprem funções de proteção ao imóvel. Sendo assim, a principal finalidade da tinta é proteger o que está sendo pintado, protegendo, por exemplo, a alvenaria de sofrer intempéries com a umidade, podendo evitar infiltrações e mofos, a madeira de apodrecimento e as partes metálicas da corrosão.

Especialistas recomendam a repintura de superfícies a cada 5 anos no máximo, sendo este cuidado importante para  retardar o envelhecimento de seu imóvel.

Agora que tal cuidar do seu imóvel, e ainda deixar ele ainda mais com a sua cara?

Existem diversos tipos de tintas e aplicações diferentes, por isso é importante conhecer cada um deles para que seu ambiente fique do jeito que sempre imaginou e ainda com um toque de cuidado que apenas o material ideal pode levar para a sua casa.

Vamos falar hoje, dos 5 principais tipos de tinta e onde aplicar cada uma delas:

  • Látex PVA

É uma tinta à base d’água e um dos tipos mais comuns de tintas para serem usados em paredes internas e para espaços secos que não precisam de manutenção constante. É preciso ter cuidado com seu uso, visto seu acabamento fosco e a baixa resistência ao sol que costuma deixá-la desbotada. É uma tinta econômica e totalmente indicada para paredes em reboco, gesso e massa corrida.

  • Acrílica

Muito parecida com a Látex, por causa da secagem rápida e a base de água.

A grande diferença está na sua composição, que concede a esses tipos de tinta uma variedade MUITO maior de aplicações.

Por ser mais resistente ao desbotamento e a influências externas a ela, é uma tinta recomendada para áreas externas, e espaços com muita umidade como banheiros, lavanderias e cozinhas.

  • Epóxi

É uma das mais resistentes categorias de tintas, sendo produzidas à base d’água OU solvente. Possuindo o último um acabamento brilhante e resistência a produtos químicos, permitindo ficar em contato direto com água. O Epóxi é indicado para caixas d’água e banheiras, mas fique atento, não devemos usar este tipo de tinta em Piscinas.

Enquanto isso, o Epóxi a base d’água, tem acabamento brilhante ou acetinado e tem uma aderência incrível com superfícies lisas e resistência com a umidade, sendo aplicado em azulejos e pastilhas cerâmicas em cozinhas e banheiros.

  • Esmalte Sintético

Esse tipo de tinta é especial para superfície de ferro e madeira, formando uma película na superfície onde foi aplicada. Tem acabamento brilhante, acetinado e fosco (apenas nas cores branca e preta). Lembrando que hoje em dia, existem Esmaltes a base d’água sendo ecologicamente corretos e com secagem mais rápida.

  • Acrílicos Superlaváveis

Utilizada onde existe um grande tráfego de pessoas e que necessitem de limpeza regularmente. A tinta forma um filme resistente e acetinado, aderindo menos sujeira e facilitando a limpeza, sendo facilmente limpa com detergente neutro e esponja macia.

Agora na hora de adquirir as tintas, você já chega entendendo um pouco na hora de conversar com o vendedor. Lembre-se de ir num lugar de confiança ou contratar a assessoria de um profissional.

Até a próxima!

Colaboração Kennedy Bueno para Nest Interiores.

Leia também...

Deixe um comentário