Efêmero (do grego Ephêmeros) significado: Passagem, rapidez, fluido. Como o tempo, a vida, os momentos passam rápido enquanto insistimos em olhar o próximo passo. As idas e vindas são constantes.

Enquanto o mundo não para, comparado a um eterno aeroporto com tantos portões que levam a uma quantidade absurda de aviões que nos movem para mais tantos destinos: a incerteza se aquele momento será o começo, o fim ou só mais um dia paira sobre as mentes de todos, principalmente daqueles que param para pensar sobre isso.

O tempo nos relógios gigantes de terminais sendo implacável com seu tic tac tic tac são o lembrete cruel de que, primeiramente, o tempo é curto e principalmente as idas e vindas são rápidas.

Como o coelho da Alice, estamos sempre correndo buscando o próximo destino, o próximo salário, a próxima festa, a próxima companhia… Sem olharmos as aventuras que temos a nossa volta.

Sempre atrasados para um chá que pode nem chegar quando aquele que seus amigos antigos estão fazendo não lhe interessa. Pensando no convite da semana que vem, na promoção que talvez não chegue quando, ali ao lado, tem a oportunidade de viajar com seus tios.

A vida é passageira.

É fluido que não cessa, torneira que não fecha e ainda sim insistimos em permanecer focados no futuro, na hora seguinte,  na década seguinte…

Estamos sendo justos com o tempo chamando-o de implacável ou estamos sendo hipócritas com a vida vendo-a transbordar pelos nossos dedos? Seguindo pelo caminho que não nos pertence?

Infelizmente, não há atraso, não há dívida com o tempo, ele simplesmente segue, não é apressado, não é lento, é nosso. Para ser usado da maneira mais concreta que existe: Com sabedoria nas nossas idas e nas nossas vindas.

Não há nada de errado em sentir essa efemeridade, em olhar em volta e ver que tanta gente segue levando a vida por um caminho que não é dele.

Então sinta e use sua vida da melhor forma que lhe convém, talvez seja realmente daquela maneira leve, talvez com um pouco mais de seriedade, mas sempre da sua maneira. Com as suas idas e vindas.

Leia também...

Deixe um comentário