Segundo filho e o lugar do primeiro

Atualmente as famílias tem aderido cada vez mais ao filho único e sobre isto não vamos conversar hoje. Porém, quando escolhem ou simplesmente tem o segundo filho PRECISAM prestar atenção no primeiro que vai passar por um processo de mudança bastante significativo e precisar de auxílio dos adultos para enfrentá-la e poder superar.

Sobre este assunto existem alguns mitos e é deles que vamos falar hoje:

  • Quanto maior a diferença de idade mais fácil para o mais velho lidar com a mudança!

MITO

Se para nós adultos, a chegada de um bebê gera estresses em relação à adaptação a esta nova realidade IMAGINE para uma criança ou adolescente. Claro que se a diferença de idade for grande o primeiro filho não vai regredir no desfralde e voltar a ter enurese ou encoprese (como muitas vezes acontece no caso em que a diferença é de cerca de três anos), mas isto não significa que não haverá dificuldades.

  • Se houver um intervalo grande, o primeiro filho poderá cuidar do mais novo!

CUIDADO

É verdade que um adolescente tem condições de cuidar de um irmão menor, infelizmente isto não é mito. No entanto é injusto ao passo que não é responsabilidade dele, e pode ser desgastante e cansativo, afastando o mais velho do mais novo nesta relação fraterna, gerando no mais velho um autoritarismo irreflexivo e no mais novo a possibilidade de aprender com alguém que ainda está em formação. Ou seja, a aprender coisas e conceitos errados.

OBS.: eu não estou aqui criticando os pais que pedem ajuda, que deixam o mais velho (até mesmo quando ele é bem novo ainda) participar das tarefas que o novo bebê exige, mas estou falando sobre responsabilizar o mais velho quando a responsabilidade é única e exclusiva dos pais.

  • O mais velho não vai passar por nenhum problema porque ele queria muito um irmão!

MITO

Por mais noção que o seu filho mais velho já possa ter, o fato de que era ele quem fazia campanha para que vocês engravidassem de novo, não muda em NADA toda esta difícil adaptação, e ele vai precisar de atenção SIM.

Em relação aos mitos mais famosos esclareci todos, mas não posso deixar de dizer que independente da vontade do primogênito de ter um irmão, ou de não ter ESSA É UMA DECISÃO EXCLUSIVAMENTE DO CASAL. Claro que ter irmãos é ótimo, mas são os pais quem estabelecem os critérios e escolhem se irão ou não ter mais filhos.

É importante também explicar para o mais velho que a gente não escolhe o sexo do bebê, parece uma besteira, mas quando os pais estão tentando e o filho único esperando, estas fantasias permeiam o imaginário infantil e o contrário pode causar decepção e mais problemas!

Espero ter esclarecido para você as questões em relação ao assunto, se ficarem dúvidas pergunte!

Leia também...

1 comentário

Avatar
claudemir 16 de abril de 2018 - 10:19

Texto bastante esclarecedor, ótimo! Fico na cusriosidade do assunto que diz respeito ao filho único rsrsrs

Responder

Deixe um comentário

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.