Saúde oral e a doença periodontal em pets

Assim como em humanos, nossos pets também podem sofrer com problemas e doenças na cavidade oral, e assim como nós, eles sentem desconforto, dor, dificuldade de se alimentar, beber água e as vezes até param de interagir com seus donos nas brincadeiras ou param de brincar com aquele brinquedo que tanto gostavam.

A doença periodontal é o principal fator que causa esse desconforto no animal, sendo o primeiro sintoma o mau hálito seguido de gengivite e dentes amarelados, o famoso tártaro, isso acontece devido ao acúmulo de bactérias na cavidade oral que, a princípio, são inofensivas e pertencem a microbiota normal dos animais, que com o passar do tempo começam a se mineralizar e se transformar em bactérias patogênicas, isto é, bactérias que causam a doença. Esses microrganismos destroem estruturas importantes de sustentação como, osso alveolar, ligamento periodontal e cemento.

O maior problema não está apenas na destruição e perda dos dentes que a doença periodontal causa com o passar do tempo, mas sim está na correlação que ela tem com doenças mais graves como insuficiência cardíaca, insuficiência renal e hepática, além de estar ligada a casos de atrites e artroses. Isso ocorre devido ao desprendimento das bactérias patogênicas presentes na boca para a corrente sanguínea sendo o coração, rins, fígado e articulações os órgãos de eleição desses microrganismos.

A escovação diária é a melhor forma de prevenção para evitar esse acumulo de bactérias, o mais indicado é no período da noite em cães, e em gatos logo pela manhã, já que eles possuem hábitos mais noturnos. Essa indicação se dá devido a menor produção de saliva nos períodos de descanso em que seu animalzinho está dormindo, já que a saliva é rica em imunoglobulinas que combatem as bactérias patogênicas constantemente na cavidade oral.

Se o seu animal não deixa você escovar ou é muito difícil fazer ele se adaptar a escovação, existem outros métodos para a limpeza da boca, como os lenços umedecidos ou brinquedinhos que promovam uma abrasão no dente, mas cuidado, brinquedos muito rígidos podem provocar uma  fratura dentária, e isso pode causar muita dor ao seu pet e até mesmo uma infecção nesse dente quebrado. A indicação é que o brinquedo ou o petisco seja maleável ou quebrável, isso diminui consideravelmente as chances de fraturas.

Uma hora ou outra o seu pet vai apresentar sinais da doença periodontal, mesmo com escovação diária e dieta restrita. Esse problema é devido ao PH da boca que é mais alcalino em cães e gatos, diferente de nós que temos mais propensão a ter cáries por causa do PH mais ácido. Então cabe ao tutor ficar atento com os sinais da doença e sempre notar o acúmulo de ¨tártaro¨ nos dentes do seu pet. A Profilaxia Oral, ou seja, a retirada desses cálculos dentários ou tártaro, como é popularmente conhecido, anualmente é o tratamento de escolha para casos menos graves, já em casos mais graves é recomendado a extração dos dentes acometidos. Por isso sempre procure um médico Veterinário especializado e sempre mantenha a saúde oral do seu pet em dia, afinal a saúde começa pela boca.

Leia também...

Deixe um comentário