SABORES DO MUNDO – POLÔNIA

A história da Polônia é marca por grandes dominações e transformações políticas, recebeu influências culturais variadas, e teve sua dependência há pouco tempo. Esse país passou por muitos momentos históricos decisivos para o continente à qual pertence, a Europa, sempre com um papel relevante, apesar de não ser uma potência política. Por razão desses acontecimentos, seu povo cresceu como uma nação tolerante, aberta a diálogo e com vontade de conhecer hábitos estrangeiros, mas firme na afirmação da própria identidade.

Sua cozinha foi influenciada pelos países com os quais ela faz fronteira, com aroma e sabores oriundos da Ucrânia, Belarus e Lituânia, que além da gastronomia, compartilha com a Polônia um passado importante como Estados-satélites da antiga União Soviética. Como muitos ingredientes e métodos de preparo são encontrados nas variadas cozinhas dos países vizinhos, a inspiração polonesa procurou sempre acrescentar alguma coisa, dessa maneira criou pratos que à primeira vista parecem ser iguais, mas depois de apreciá-los acaba-se por descobrir que são totalmente diferentes.

EISEBEN - CURITIBA, 24/03/2010 - BOM GOURMET

A gastronomia polonesa abriga sabores que são únicos e que vale a pena experimentar, como por exemplo o pierogi, uma espécie de pastel cozido, recheado com carne, batata, queijo, chucrute e cogumelos.

Outro prato importante é o chlodnik, uma sopa fria de beterraba, que leva rabanete, pepino, cebolinha e ovos cozidos, ideal para ser consumido no verão. Há uma outra versão desta sopa, feita com pepino e hortelã, que fica ainda mais refrescante que a original. Por todo o país encontra-se uma variedade de sopas, tendo na borscht o grande símbolo da gastronomia.

Além das sopas, os poloneses consomem muita carne, em especial a de porco. Frequentemente consumida na forma de linguiças, chamadas de bigos, muito picantes, que podem ser acrescentadas às sopas ou acompanhadas por repolho ou pelos kluski, um tipo de nhoque muito versátil, que pode ter como base batatas e depois adicionar temperos da preferência.

pisanki

Entre os alimentos típicos da Polônia há também o peixe de água doce, estando a carpa presente em muitas receitas. Este peixe é muito gorduroso e tem sabor forte, e por esse motivo pode ser consumido frito na manteiga, em receitas elaboradas, acompanhadas de um molho de amêndoas, uva-passa, manteiga, açúcar caramelado e vinho doce, ou então com guarnições como pepino em conserva.

Os pratos da gastronomia polonesa são muito influenciados pelas tradições dos povos com os quais o país manteve contato. As adaptações do povo polonês contribuíram para compor um menu vasto e com sabores interessantes, que reserva muitas surpresas para quem se aventura em saboreá-los.

culinária polonesa

PIEROGI COM RECHEIO DE BATATA

RENDE 15 UNIDADES

Ingredientes – Massa

  • 250 g de farinha de trigo
  • 1 ovo
  • Uma pitada de sal
  • 100 ml de água

Ingredientes – Recheio

  • 300 g de batata
  • 1 cebola roxa pequena
  • 3 colheres (sopa) de manteiga
  • 4-5 colheres (sopa) de leite
  • 1 gema
  • 4 colheres (sopa) de ervas frescas picadas (salsinha, endro, cebolinha)
  • 1 colher (chá) de noz-moscada
  • Sal
  • Pimenta-do-reino moída

Ingredientes – Acompanhamento

  • 1 cebola
  • 3 colheres (sopa) de manteiga

Modo de preparo

  1. Comece fazendo a MASSA. Misture a farinha, o ovo, o sal e a água até obter uma massa macia e homogênea (se preferir, use o processador de alimentos). Forme uma bola, coloque em uma vasilha coberta com um pano limpo e deixe descansar por 30 minutos.
  2. Faça o RECHEIO. Lave as batatas e cozinhe-as em água salgada por cerda de 25 minutos, ou até que estejam bem macias. Descasque e pique a cebola roxa. Aqueça 1 colher (sopa) da manteiga em uma panela e refogue a cebola por cerca de 5-6 minutos, ou até que fique ligeiramente dourada. Escorra as batatas, descasque e passe pelo espremedor. Coloque o purê em uma panela e leve ao fogo baixo. Acrescente 2 colheres (sopa) da manteiga, o leite e a cebola refogada. Misture tudo até a manteiga derreter e o purê ficar macio. Retire do fogo e adicione a gema, mexendo vigorosamente. Junte as ervas e tempere com a noz-moscada, sal e pimenta-do-reino a gosto.
  3. Em uma superfície enfarinhada, estenda a massa com uma espessura de 3 mm e recorte discos de cerca de 10 cm de diâmetro. Coloque 1 colher (sopa) do recheio no centro de cada pastelzinho e feche em meia-lua. Aperte bem as bordas com um garfo. Corte ao meio e em seguida em fatias finas a cebola do acompanhamento e doure-a ligeiramente na manteiga.
  4. Cozinhe os pierogi em bastante água salgada e escorra. Cubra com a cebola e a manteiga derretida e sirva quente.

pierogi

CHLODNIK DE BETERRABA

RENDE 4 PORÇÕES

Ingredientes

  • 750 g de beterrabas pequenas
  • 750 ml de caldo de legumes
  • Suco de 1 limão-siciliano
  • 6 rabanetes
  • ½ maço de endro
  • 200 ml de creme de leite azedo (receita abaixo)
  • Sal
  • Pimenta-do-reino moída
  • Ovos cozidos e pepino em conserva para acompanhar (opcional)

Modo de preparo

  1. Na véspera, faça o CREME AZEDO que irá acompanhar a receita: em uma tigela, coloque 250 ml de creme de leite fresco (ou nata) e, aos poucos, sem parar de bater com um batedor manual, vá acrescentando o suco de ½ limão-taiti coado; bata por mais 2 minutos, ou até obter um creme encorpado, cubra a tigela e deixe descansar a noite toda na geladeira (se quiser fazer o creme azedo na hora, saiba que ele precisa descansar por pelo menos 45 minutos na geladeira antes de ser incorporado à receita).
  2. Descasque e pique as beterrabas em pedaços pequenos. Aqueça o caldo de legumes e cozinhe nele as beterrabas em fogo baixo por 20 minutos. Deixe amornar um pouco e bata em um processador (ou liquidificador) até que fique completamente lisa. Adicione o suco de limão-siciliano e tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Deixe esfriar e leve à geladeira por 30-40 minutos.
  3. Lave, apare as pontas e fatie finamente os rabanetes. Lave o endro, sacuda para retirar o excesso de água, seque com papel-toalha, retire os talos (reservando alguns inteiros para decorar) e pique as folhas. Retire a sopa da geladeira e misture nela o creme azedo e o endro picado. Junte as fatias de rabanete, misture delicadamente e ajuste o tempero. Coloque a sopa nos pratos, decorando com os galhinhos de endro. Se desejar, sirva com ovos cozidos cortados em quartos e cubinhos de pepino em conserva.

chlodnik de beterraba

BIGOS

RENDE 4 PORÇÕES

Ingredientes

  • 125 g de bacon em fatias
  • 500 g de paleta ou pernil de porco
  • 125 g de linguiça defumada (com ou sem pimenta)
  • 2 cebolas grandes
  • 1 dente de alho
  • 200 g de cogumelos-de-paris frescos (ou 100 g de cogumelos-de-paris e 100 g de shiitake)
  • 750 g de chucrute em conserva
  • ½ colher (sopa) de óleo de milho
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de vinho tinto seco
  • 3 colheres (sopa) de extrato de tomate
  • 1 colher (chá) de sementes de kümmel
  • 2 colheres (chá) de páprica doce
  • 500 ml de caldo de carne
  • 1 folha de louro
  • 1 colher (sopa) de manjerona fresca e mais um pouco pra decorar
  • ½ colher (chá) de manjerona seca
  • Sal
  • Pimenta-do-reino moída

Modo de preparo

  1. Corte as fatias de bacon em pedaços de aproximadamente 4 cm. Corte a carne de porco em cubos de 3-4 cm. Corte a linguiça em fatias de 2 cm. Descasque as cebolas, corte-as ao meio e, em seguida, em fatias finas. Descasque e pique finamente o alho. Lave e seque os cogumelos, retirando os cabinhos duros. Corte os cogumelos ao meio ou em quartos, se forem grandes. Passe o chucrute por uma peneira sob água corrente fria e escorra bem.
  2. Aqueça o óleo em uma panela grande. Frite o bacon e, quando este começar a soltar a gordura, junte a carne e doure-a de todos os lados, em fogo alto. Tempere com sal e pimenta-do-reino, acrescente as cebolas e refogue por 2 minutos. Adicione o alho e mexa por mais 1 minutos. Junte a linguiça e refogue rapidamente, mexendo sempre. Polvilhe a farinha de trigo, misture vigorosamente por 1-2 minutos e acrescente o vinho tinto. Mexa mais uma vez, usando uma colher de pau para desprender o fundo de cozimento.
  3. Abaixe o fogo e acrescente os cogumelos, o chucrute, o extrato de tomate, o kümmel e a páprica. Adicione o caldo e a folha de louro, misture suavemente e salpique com as manjeronas fresca e seca. Tampe e deixe cozinhar em fogo médio por 40 minutos, sem mexer. Ajuste o tempero, se necessário, e sirva decorado com mais manjerona fresca.

bigos

LAZANKI

RENDE 4 PORÇÕES

Ingredientes

  • 500 g de massa curta (tipo farfalle ou fusilli)
  • 200 g de cogumelos-de-paris frescos
  • 4-5 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 pedaço de 100-150 g de bacon
  • 2 cebolas grandes’300 g de chucrute em conserva
  • 5 bagas de zimbro
  • 2 colhas de louro
  • 3-5 cravos-da-índia
  • ½ colher (sopa) de óleo de milho
  • Sal
  • Pimenta-do-reino moída

Modo de preparo

  1. Cozinhe a massa seguindo as instruções da embalagem e escorra, preservando 2 colheres (sopa) de água do cozimento. Coloque a massa em uma tigela e acrescente essa água e 1 colher (sopa) da manteiga. Misture até a manteiga derreter e reserve. Corte o bacon em cubinhos pequenos de cerca de 1 cm. Descasque e pique as cebolas grosseiramente.
  2. Derreta 1 colher (sopa) da manteiga em uma frigideira grande e frite o bacon até que fique dourado. Junte a cebola e refogue por cerca de 5 minutos, ou até que esteja macia e levemente dourada. Lave e escorra bem o chucrute. Junte-o à frigideira e refogue por cerca de 10 minutos.
  3. Limpe e corte os cogumelos em fatias. Derreta a manteiga restante em uma panela grande e refogue-os por cerca de 8 minutos, ou até que estejam macios. Tempere com sal e pimenta-do-reino. Acrescente a massa e o chucrute à panela dos cogumelos, misture bem, ajuste o tempero e sirva.

lazanki

PIERNIK

RENDE 8 PORÇÕES

Ingredientes

  • 250 g de mel
  • 100 g de açúcar mascavo
  • 110 ml de creme de leite fresco (ou nata)
  • 3 colheres (sopa) de cereja cristalizada
  • 2 colheres (sopa) de amêndoas em lâminas
  • 350 g de farinha de trigo
  • 1 ½ colher (chá) de fermento em pó (aproximadamente 12 g)
  • 2 colheres (sopa) de cacau em pó
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • ½ colher (chá) de cravo em pó
  • 3 colheres (chá) de gengibre em pó
  • ½ colher (chá) de noz-moscada ralada
  • Uma pitada de pimenta-do-reino moída
  • 150 g de farinha de amêndoas
  • 3 ovos
  • Manteiga para untar

Ingredientes – Calda

  • 140 g de chocolate meio amargo
  • 220 ml de creme de leite fresco (ou nata)
  • 3 colheres (sopa) de mel

Modo do preparo

  1. Em uma panela pequena, aqueça o mel, o açúcar e o creme de leite, misturando até o açúcar dissolver. Deixe esfriar. Preaqueça o forno a 180⁰C (160⁰C em forno com ventilação) e unte uma fôrma retangular para bolo inglês. Corte as cerejas cristalizadas em quartos e, em uma frigideira seca, doure levemente as amêndoas. Reserve.
  2. Em uma vasilha, peneire junte a farinha de trigo, o fermento, o cacau e as especiarias. Acrescente a farinha de amêndoas e misture delicadamente. Bata os ovos ligeiramente com um garfo e acrescente-os à misture de mel. Incorpore aos poucos e delicadamente a misture de ingredientes secos à mistura de líquidos, sem mexer demais, ou o bolo pode ficar seco. Junte as cerejas cristalizadas e as amêndoas, misturando bem. Despeje a massa na fôrma e asse na prateleira do meio do forno por aproximadamente 50 minutos, ou até que o bolo cresça – ao espetar com um palito, este deve sair limpo.
  3. Enquanto isso, prepare a CALDA. Pique o chocolate meio amargo e coloque-o em uma panela pequena com o creme de leite e o mel. Leve ao fogo baixo, mexendo até que o chocolate derreta. Retire do fogo e reserve.
  4. Deixe o bolo amornar por alguns minutos, tire da fôrma e transfira para esfriar completamente sobre uma grade. Coloque o bolo em um prato de servir e regue com a calda de chocolate e mel.

piernik

Leia também...

Deixe um comentário