SABORES DO MUNDO – GRÉCIA

A arte da cozinha grega tem sido estudada desde o século V a.C. Muitos séculos antes que a comida se tornasse um assunto a ser discutido e muito comentado, na Grécia já existiam livros integralmente dedicados a este tema. Estes livros foram escritos graças a importância que os antigos gregos davam à sua gastronomia e à alimentação, que era bem diferente de outros locais.

O primeiro livro de gastronomia reconhecido mundialmente, nasceu da cultura desse povo, escrito por Arquestrato de Gela, poeta siciliano que viveu no século IV d.C. e foi o primeiro a dedicar à arte gastronômica um poema em versos. Com relação à alimentação, os gregos apreciavam mais a variedade de alimentos do que a quantidade. Uma mesa cheia de alimentos variados demonstrava bem-estar e atenção para com os hóspedes, algo a ser muito valorizado. Uma mesa pobre em alimentos era sinal de um ambiente pobre e de uma dieta a base de frutas.

Um típico banquete grego há muitos pequenos pratos de diversos tipos de alimentos. No início da refeição são servidas as mezédes (entradas), geralmente acompanhadas do ouzo (aguardente à base de anis típica da Grécia) e temperos.

Mezédes gregas

Mezédes gregas

Os molhos e temperos são a particularidade que diferencia a Grécia dos demais países. Há temperos salgados, doces, ácidos, normalmente adicionados à comida para equilibrar o sabor dos pratos, ou podem ser servidos à parte junto com o pão pita. Nas mesas gregas, os temperos são usados em abundância, e é obrigatório que haja um molho para acompanhar os pratos. Entre os molhos gregos mais conhecidos estão o melitzanosalata (forte, à base de berinjela, hortelã e alho) e o tzatziki (iogurte, pepino em pedaços ou em pasta, muito alho, sal e azeite de oliva).

Carnes, principalmente de porco e carneiro, são amplamente consumidas. Peixes também é um prato muito apreciado, principalmente no litoral e nas ilhas gregas. O polvo, geralmente grelhado, está entre as opções mais conhecidas.

Os laticínios dão origem a uma ampla variedade de produtos, graças ao setor agrícola e ao pastoreio profundamente enraizado na economia. O iogurte é usado como doce, acompanhado de mel, mas também pode aparecer em pratos salgados. Há uma boa variedade de queijos, dos quais posso citar: o feta, o halloumi, o kefalograviera, o kasseri e o mizithra.

Molho tzatziki

Molho tzatziki

Para fechar uma boa refeição grega, as sobremesas podem ser acompanhadas de excelentes vinhos fortificantes gregos. Muitos doces são feitos com massa folhada (filo), com mel e frutas secas. Há a ausência quase que total da manteiga na massa, que é sempre substituída pelo azeite de oliva grego, um dos símbolos e orgulho da Grécia.

doce grego

MELITZANOSALATA

RENDE 4 PORÇÕES

Ingredientes

  • 2 berinjelas pequenas
  • 150 g de iogurte natural sem açúcar
  • 1 colher (sopa) de azeite de oliva
  • 1 dente de alho
  • 1 maço de hortelã fresca
  • 1 colher (sopa) de suco de limão-siciliano
  • Sal e pimenta-do-reino moída a gosto
  • Pimentão vermelho e verde em cubinhos para decorar (opcional)
  • Torradas de pão pita para acompanhar

Modo de preparo

  1. Lave e limpe as berinjelas, extraindo os cabelinhos. Faça furinhos com um garfo, pincele com azeite e asse por cerca de 40 minutos em forno preaquecido a 180⁰ quando amolecerem, retire-as do forno e deixe esfriar por alguns minutos. Extraia a polpa das berinjelas e, com o auxílio de um garfo ou de um processador, reduza-as a um purê.
  2. Descasque e pique o alho. Pique a hortelã lavada (reserve alguns galhinhos e um pouco da hortelã picada para decorar). Junte-os ao iogurte e ao purê de berinjela, misture e tempere om sal, pimenta-do-reino e suco de limão. Salpique de hortelã picada e decore com os galhinhos e, se quiser, com cubinhos coloridos de pimentão. Sirva com torradas de pão pita.

melitzanosalata

SOUVLAKI

RENDE 4 PORÇÕES

Ingredientes

  • 1 kg de pernil de cordeiro
  • 2 dentes de alho
  • Suco de 1 limão-siciliano
  • 1 colher (chá) de orégano seco
  • 1 colher (chá) de tomilho fresco [ou ½ colher (chá) de tomilho seco]
  • 100 ml de azeite de oliva
  • Sal a gosto
  • 1 pimenta dedo-de-moça

Modo de preparo

  1. Corte a carne em pedaços de cerca de 2 cm e ajuste-os em espetinhos de metal ou madeira. Coloque os espetinhos um ao lado do outro em uma assadeira rasa ou uma panela.
  2. Para a marinada, descasque e fatie o alho. Misture bem com o suco de limão, o orégano e o azeite. Despeje o líquido sobre os espetinhos, cubra e deixe marinar na geladeira por no mínimo 2 horas.
  3. Escorra os espetinhos e doure-os em uma frigideira tipo grelha ou numa chapa quente por cerca de 10 minutos de todos os lados, regando continuamente com a marinada. Por último, tempere com sal e pimenta-do-reino. Se quiser, sirva-os com quartos de limão e pão pita.

souvlaki

POLVO GRELHADO COM LIMÃO

RENDE 4 PORÇÕES

Ingredientes

  • 1,5 kg de polvo já limpo
  • 225 ml de vinho branco seco
  • 6-8 grãos de pimenta-do-reino
  • 1 limão-siciliano lavado
  • 2 dentes de alho
  • 50 ml de azeite de oliva
  • Suco de 1 limão-siciliano
  • Sal e pimenta-do-reino moída a gosto

Ingredientes para a marinada

  • 2 dentes de alho
  • 75 ml de azeite de oliva
  • 1 colher (sopa) de vinagre de vinho branco
  • Suco de 1 limão-siciliano

Modo de preparo

  1. Coloque o polvo sobre um tábua de corte e bata delicadamente com um martelo de carne para amaciar as fibras. Cozinhe por 30-45 minutos em água fervente aromatizada com o vinho, os grãos de pimenta, o limão cortado ao meio e os dentes de alho, até que fique macio, mas ainda firme. Escorra o polvo e corte-o em pedaços grandes.
  2. Para fazer a marinada, junte o alho picado finamente, o azeite, o vinagre e o suco de limão, misture bem e cubra o polvo por inteiro. Deixe descansar por 1 hora.
  3. Aqueça uma frigideira tipo grelha ou chapa de ferro. Coloque os pedaços de polvo sobre a grelha e deixe por cerca de 4 minutos de cada lado, para dourar bem, mas ainda mantendo a umidade.
  4. Transfira os pedaços de polvo para uma travessa e regue com azeite e suco de limão. Tempere a gosto com sal e pimenta-do-reino. Sirva imediatamente, acompanhado de quartos de limão-siciliano.

polvo grelhado com limão

GALAKTOBOUREKO

RENDE 6-8 PORÇÕES

Ingredientes

  • 10 folhas de massa filo
  • 150 g de manteiga

Ingredientes – Creme

  • 1 litro de leite
  • 175 g de farinha de semolina
  • 5 gemas
  • 250 g de açúcar
  • 2 colheres (chá) de essência de baunilha

Ingredientes – Calda

  • 500 g de açúcar
  • 300 ml de água
  • 1 colher (chá) de suco de limão-siciliano

Modo de preparo

  1. Comece pelo creme: leve o leite à fervura, abaixe o fogo e acrescente a farinha de semolina, polvilhando aos poucos e mexendo bem para que a mistura não fique empelotada. Na batedeira, bata as gemas com o açúcar e a essência de baunilha até que fique clarinho e espumoso. Acrescente aos poucos essa mistura ao creme de semolina, em fogo baixo, mexendo suavemente. Deixe esfriar.
  2. Preaqueça o forno a 180⁰ Unte uma assadeira com manteiga e forre com cindo folhas de massa filo, uma de cada vez, pincelando entre uma e outra com um pouco de manteiga derretida. Despeje o creme na assadeira forrada e cubra com as folhas restantes de massa. Borrife a superfície com um pouco de água e asse por cerca de 30 minutos, até que doure.
  3. Enquanto isso, prepare a calda. Coloque a água, o suco de limão e o açúcar e leve ao fogo, sem mexer, até formar bolhas na lateral da panela e aderir levemente à colher. Deixe esfriar, quando a torta estiver assada, regue-a com a calda, deixe esfriar e sirva.

Galaktoboureko

Leia também...

Deixe um comentário