Quando começamos conhecer um pouco sobre o mundo das cervejas artesanais, começamos a reparar nos detalhes, cada cerveja que pedimos em um bar por exemplo, vem com um copo diferente, mas qual é o copo certo quando a gente vai experimentar uma cerveja em casa? Quais copos a gente precisa ter em casa pra fazer a “coisa certa”?

Até duzentos anos atrás, as canecas eram feitas em cerâmica ou metal, muitas tinham uma tampinha pra manter a cerveja melhor acondicionada. Quando a tecnologia de fabricação de cristais começou a se desenvolver (século XVIII), coincidiu com a novidade das Pilsen no setor cervejeiro, e ai houve uma mudança na valorização da degustação.

Hoje em dia, muitas cervejarias se esforçam para desenvolver copos específicos para suas cervejas, muita coisa é estudada neste processo, desde o tipo de espuma, a leveza da cerveja, a cor, o material do copo, a espessura da borda, isso tudo influencia na experiência de provar uma cerveja e por isso devem ser evitados copos opacos, principalmente os de plástico.

As cervejas Ale, por exemplo, possuem um aroma frutado que tem de ser valorizado, por isso copos com a boca estreita retém melhor e prolongam esta sensação, as cervejas mais alcoólicas devem ser servidas em copos como os de conhaque porque são mais fechados e não deixam que o álcool escape com muita facilidade, as de trigo precisam mostrar sua opacidade e os eventuais resíduos que se acumulam no fundo.

Quando começamos a pensar neste tipo de característica de cada cerveja e na melhor forma de apreciá-las fica complicado tentar reproduzir em casa, os bares e restaurantes já estão preparados para tudo isso! Para ajudar os consumidores, as cervejarias costumam colocar nos rótulos de cada cerveja qual copo é mais adequado para aquele estilo, aqui no AE nós também costumamos indicar quando falamos de alguma cerveja, uma dica é se adaptar as categorias de cerveja que você mais consome e comprar os copos mais indicados.

Vamos lá com uma listinha dos copos clássicos que vão ajudar em quase todas as situações:

Taça:

É bem comum no mundo cervejeiro, por ser um copo elegante que valoriza a cerveja, geralmente tem um ligeiro estreitamento na boca para reter os aromas, indicado para cervejas mais carbonatadas e de aroma marcado.

taça

Americano:

O mais popular no Brasil, na borda tem a indicação do nível onde a cerveja deve atingir, tem uma capacidade pequena de líquido, é bem utilizado quando a garrafa vai ser divida entre várias pessoas e o ideal é que não esquente muito rápido.

americano

Pint:

O nome se dá a uma unidade de medida (568 ml na Inglaterra e 473 ml nos EUA), mas este nome é usado no mundo todo para pedir uma cerveja. Considerado um copo padrão, tem uma cintura fina e boca convexa, é boa opção para cervejas leves mais bebíveis, esse modelo ficou famoso no mundo todo por ser o copo típico da Heineken e da Guinness.

pint

Weizen:

Como o próprio nome diz, o copo das cervejas de trigo, que são muito aromáticas, então a boca é mais fechada, uma cintura que ajuda na formação de espuma a cada vez que a cerveja é tomada, e eles tem capacidade para 500 ml de cerveja, normalmente toda a capacidade da garrafa, ficou muito famoso por ser utilizado em competições de cervejas na Alemanha.

copo weizen

Mug:

As famosas canecas são ainda símbolo da forma como as pessoas bebiam cerveja 200 anos atrás. Na Oktoberfest de Munique chegam a ter capacidade para 1 litro de cerveja, mas podem ser encontradas com diferentes capacidades, normalmente são copos para cervejas leves e que se toma em quantidade, como as Lager.

mug

Beijinhos, e salud!

Leia também...

Deixe um comentário