Quando procurar um ginecologista

Quando procurar um ginecologista?

Este é o primeiro texto sobre a saúde da mulher! E quantas dúvidas nós temos sobre a nossa vida, nosso ciclo, não é mesmo?

Antes de nosso bate-papo de hoje, quero me apresentar!

Me chamo Ana Carolina Sater, sou ginecologista e obstetra, fiz residência pela UFPR/CHC de 2017-2020. Estou me especializando em Medicina Fetal e no meio do mestrado também pela UFPR. Trabalho atualmente em Curitiba/PR, mas logo irei me mudar para o interior, em Guarapuava/PR, já que minha família é de lá!

Para esta primeira conversa, decidi “começar do começo”, e nada melhor do que fazer isso com a pergunta do título dessa publicação.

Quando realmente que eu preciso ir no médico ginecologista e obstetra?

Antes de responder esta pergunta, é importante destacar que este profissional cuida da mulher em todas as fases da sua vida – adolescência e o período pré-menstrual, período menstrual (menacme), gravidez e puerpério, perimenopausa e a pós –menopausa.

Em um mundo perfeito, a mulher deve consultar seu ginecologista anualmente para fazer os exames de rotina. Não existe uma idade exata para a primeira consulta ginecológica, mas o ideal é que seja após a menarca (a primeira menstruação). Após a primeira consulta, é recomendado que a mulher faça uma consulta preventiva por ano. E claro, se tiver algum problema entre esse período, deve procurar seu médico antes.

O retorno, o tipo de consulta, a abordagem, a frequência e os exames irão variar muito, de acordo com a fase em que a mulher se encontra. Seria muito difícil aqui fazer uma “receita de bolo” para seguir, pois cada fase da vida é uma e, mais importante que isso, cada mulher é única.

A consulta com o ginecologista é, antes de tudo, uma medida preventiva, já que a anamnese e o exame físico podem detectar doenças ainda no início, facilitando o tratamento. Sabe-se que muitas mulheres deixam a consulta sempre para depois e outras, precisam antes!

Mas em quais situações esse “antes” se encaixa?

Quando você percebe algo fora do comum com o seu corpo ou precisa tirar alguma dúvida. Exemplos: corrimento anormal, dor ou nódulo na mama, alteração da menstruação, desejo de anticoncepção, desejo de engravidar, sintomas da menopausa, entre outros.

Coloque sua saúde em primeiro lugar e não adie sua consulta com um ginecologista.

Leia também...

2 comentários

Avatar
Adriana Massaê Kataoka 16 de novembro de 2020 - 13:57

Perfeito Ana Carolina! Quero ser sua paciente quando vier para Guarapuava. Obrigada pelos esclarecimentos.

Responder
Ana Carolina Sater
Ana Carolina Sater 18 de novembro de 2020 - 08:14

Obrigada!!! Muito feliz com seu comnetário!

Responder

Deixe um comentário