Própolis: Propriedades e benefícios para a Saúde

A própolis é popularmente conhecida como um remédio natural, mas no Brasil é considerada um alimento funcional capaz de prevenir e auxiliar no tratamento de inúmeras doenças.

A própolis vem sendo muito estudada e suas propriedades tem sido descritas como: imunomoduladoras, antimicrobianas, antivirais , anti-inflamatórias, antioxidantes, anticarcinogênicas, anticariogênicas, anestésicas e cicatrizantes! Ufa! Legal né? Mas o que quer dizer tudo isso? Vou tentar explicar de uma maneira bem simples de entender, no estilo “uma coisa puxa a outra”:

Imunomodulação: Aumenta a produção das células de defesa do nosso organismo, os anticorpos, melhorando o sistema imunológico, que nos protege de vírus e bactérias (ação antiviral e antibacteriana). ** Tem post falando sobre alimentos que fortalecem o sistema imune, para acessar é só clicar AQUI.

Antimicrobiana e antiviral: Previne doenças causadas por vírus ou bactérias, principalmente aquelas relacionadas com as vias respiratórias, como gripes, resfriados, pneumonias, amigdalite (a famosa dor de garganta). Algumas dessas doenças podem causar inflamações e aí entra sua ação anti-inflamatória.

A função antibacteriana pode se estender para a flora intestinal, destruindo as bactérias ruins e preservando as bactérias benéficas para o nosso organismo (outro fator que melhora a imunidade). Ou para estomago também, inibindo o crescimento da Helicobacter pylori, uma bactéria que pode causar gastrite, úlcera e câncer de estômago.

Antioxidante: A própolis reduz a produção de radicais livres que danificam as células. Isso previne o envelhecimento precoce (pele mais bonita) e doenças como o câncer (ação anticarcinogênica).

Anticariogênica: Diminui a incidência da cárie porque reduz a formação de placa bacteriana na boca.

Anestésica: Quem nunca viu na farmácia aqueles sprays que aliviam a dor de garganta quando ela está inflamada?

Cicatrizante: A própolis contém substancias regeneradoras dos tecidos, podendo ser eficaz no tratamento de dermatites, feridas, úlceras e queimaduras.

Quantos benefícios né?! A própolis pode estar presente em vários produtos de acordo com o tipo de tratamento.

Para consumo, normalmente encontramos dois tipos de Própolis: Aquosa e Alcoólica. A aquosa é indicada para gestantes, crianças e pacientes com problemas no fígado. A alcóolica para o restante das pessoas.

Na hora da compra procure na embalagem o selo de registro do item no Ministério da Agricultura e prefira produtos com concentração maior que 10%, normalmente você encontra escrito na embalagem “extrato seco mínimo de 11%”. Ou p/v (peso/volume) maior que 10%.

Outra dica é variar os tipos de própolis, os mais conhecidos são própolis verde, marrom e vermelho. A quantidade varia de acordo a necessidade e objetivo do paciente. Procure um profissional habilitado para te orientar.

E aproveitem, própolis no Brasil não é caro! Vale muito a pena consumir!

Lembrando que auxiliar no tratamento não quer dizer trocar o remédio pela própolis. Significa que em alguns casos a própolis pode ser associada ao tratamento potencializando seu resultado. 😉

 

Leia também...

Deixe um comentário