Preparar, apontar: Consumir!

Quando estiver preparando sua viagem – não só para o Paraguay – eu tenho algumas dicas pra você, são perguntas que facilitam seu roteiro e que as respostas devem ser decoradas antes de chegar no destino:

checklist

  1. Qual o horário de funcionamento do passeio?

As lojas em Ciudad Del Este funcionam meio que padronizadas. Entre Segunda e Sexta das 7 da manhã às 16 no horário de Brasília. Aos Sábados, das 7h às 15h e no Domingo poucas lojas abrem, eu diria que cerca de 30% e funcionam das 8h ao meio dia.

Algumas poucas lojas começaram a atender em horário diferenciado, os shoppings Del Este e Paris ficam abertos até as 22h do Brasil e as lojas têm ficado abertas até 19:00 porém eu desaconselho quem não estiver de carro próprio, pois transitar pela cidade vazia durante a noite pode ser perigoso.

2. Tem fuso horário? Tem horário de verão?

Todo o território nacional paraguayo está uma hora atrás do horário de Brasília – por isso eu especifiquei na resposta anterior. Entretanto, durante a transição do horário de verão – ou seja no começo e no fim – como as datas divergem entre os países, pode ser que o horário esteja igual se forem perto das datas de mudança.

guaranies

3. Que moeda levar?

Se é no exterior a moeda coringa é o dólar. Mesmo que você esteja indo pra Europa, é melhor levar Dólares do que Reais (Caso não consiga Euros). A moeda no país hermano é Guaraní e muita gente nunca ouviu falar, mas o centro comercial trabalha com dólares – prioritariamente – ou com reais mesmo.

Qual compensa? Dólar, sempre. Eu costumo chamar as moedas pelos nomes dos presidentes, então se eu me perder e falar valor de algo em Temerzinhos, Obaminhas ou Horaciozitos tem que fazer a conversão 1:1 .

mom-of-14

4. Posso levar meu mini humano?

Mini humanos, também conhecidos como crianças, anjinhos ou pestinhas, temos que fazer uma análise sintática, morfológica e comportamental DOS PAIS. Porque esses parasitinhas saem de dentro da mãe e aí tudo depende da competência desse espécime reproduzido em comandar o rebento. Ciudad Del Este não é um programa para crianças.

Senta aqui no colinho que o titio vai te contar a verdade:

Não tem parquinho, bosque, sombra, banheiro, espaço lúdico, piscina de bolinhas… As calçadas são ruins, tem aglomeração de gente, filas de espera, escadas e becos por todos os lados. Se for verão a temperatura ultrapassa frequentemente os 40ºC e muitos dias temos aquelas chuvas de verão, sabe? Que caem por 10 minutos e rebosteiam as ruas todas virando uma massa de sujeira e DAE vem o sol rachando por cima a sensação é que você está sendo derretido em banho-maria.

Eu juro que você vai adorar o lugar mesmo assim. Mas sua criança talvez se irrite. Então se ele for pequeno, que fique no colo ou no carrinho você vai ter um passeio trabalhoso, mas tranquilo. Se ele for maiorzinho, uns 7 anos em diante, já vai entender e provavelmente até ter medo de se perder. O que eu acho mais complicado é o mini humano que tá de boas com tudo e só quer festa. Esses que correm, se dispersam e que não ficam perto dos pais. Ou você designa alguém pra cuidar desses ou amarra eles em você. Não é brincadeira, veja a foto:

kids-leash

Crianças sempre com documento com foto, acompanhados de ambos os pais ou com autorização jurídica e – na falta de um dos pais, é preciso apresentar a certidão de óbito – it always make me sad, but I have to tell you guys. 

PS: Sobre animais… Se eu que não sou o maior fã de crianças tô falany que é judiação carregar eles pro Paraguay eu te pergunto: Que mal o bichinho fez pra você pra merecer esse castigo? Além do mais pra viagens internacionais precisa de laudo assinado pelo veterinário e liberação da Anvisa. Não inventa encrenca pra sua própria cabeça.

chipera

5. Tem onde comer no Paraguay?

Nãããão o país inteiro vive em jejum eterno. #brinks Mas tem gente que pergunta (e muitas pessoas)!

Lá tem todo tipo de comida em todas as faixas de preço. Desde comida internacional padrão cinco estrelas até sanduíche grego na calçada. Se você tem certo nojinho de comer em lugares desconhecidos, a SAX e a Monalisa são os lugares onde você vai se sentir melhor amparado (visualmente). Eu AMO um restaurante chinês que fica no Edifício Victoria, e a praça de alimentação do Shopping Vendôme tem restaurantes com a cozinha em vidro – ou seja você pode confiar porque está vendo as coisas acontecendo.

nfs_mlk_freerun_1409

6. #OOTD #lookdodia #mãetôbunyta? 

Ahhh brasileiros e brasileiras, como vocês podem errar em algo tão simples: Compras, calor, suor, sacolas, gente pra caramba. É simples: Roupa confortável, sapatos confortáveis… mochila pra facilitar. Quem colocou na barriga de vocês que roupa de academia é adequado pra ir pro Paraguay? Porque uma ideia dessas não pode ter saído nem da mais oca das cabecinhas.

As meninas de legging.. ok, é confortável, Contudo…  cobre as busanfa né! Se for sábado, vai ter gente te empurrando, te espremendo pode ser desagradável. Eu por exemplo gosto de escolher quem vai suar em mim.  Coloca uma camisetinha, não vai com as peitchola aparecendo. Nem correntinha, brinco grande, relógio MaikoKó. Deixa pra comprar um MK novo lá.

Manos das quebradas… short drifit muito largo, moletom de vendedor de minhoca e chinelos… Não! mesmo que esteja de mochila, bolsos folgados como moletom e bermudão “praiano” vão ser incômodos.  Coloca um tênis que você gosta, aquele velhão que já está usando até o espírito (porque a sola já comeu e o cadarço já arrebentou) mas não ande com pés desprotegidos. vai ter uma série de ameaças: carros, carrinhos, malas de rodinha, cacos de vidro, pisões, sujeiras mil… o mesmo vale para as “rasteirinhas” das moliéres.

7. Como vou? Como volto?

Essa é uma questão bem pessoal, nesta época de final de ano há grandes filas na ponte. Eu indico sempre a pessoa ir até a ponte pela Av. Beira Rio, e se ao chegar lá ver que não tem fila, fazer o retorno e passar de carro mesmo. ATENÇÃO: O carro precisa estar no seu nome, ou você ter autorização judicial para atravessar para outra país com ele..

Se no horário que você chegar já tiver fila, deixe o carro em algum estacionamento (tem dezenas) e escolha se vai se aventurar passando a pé, de moto ou se vai tranquilamente pegar um busão da linha internacional na fila mesmo. Pegue ele ali já dentro da aduana Brasileira se não quiser caminhar a ponte toda, abrevia e muito o tempo de espera. Para voltar a mesma coisa.

Se estiver hospedado no centro de Foz e sem carro, o sistema de trasporte público de Foz é integrado e SUPER eficiente, por menos de R$ 4,00 você vai até a ponte, e tem também os ônibus que você pega e são de linha internacional que eu citei acima ele sai de Foz e vai até Ciudad del Este e vice-versa me parece que a passagem está R$ 5,40 o que é uma pechincha.

priscilla

Você também pode fazer a lady e contratar um transfer, que vai te cobrar entre R$ 50,00 e R$ 80,00 (por pessoa) pra deixar você no local X e depois do tempo combinado te buscar no mesmo ponto de encontro. Preços variam conforme a agência.

Bença!

Feliz natal e um ano novo cheio de saúde, paz, amor e Trumpinhos!

Leia também...

Deixe um comentário