Ei, você está ouvindo bem?? 

Geralmente não nos preocupamos se estamos ouvindo bem até sentirmos alguma dificuldade. A audição é o primeiro sentido que se desenvolve no indivíduo e é a chave para o desenvolvimento da linguagem e da comunicação pela fala.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) cerca de 10% da população mundial tem alguma perda auditiva e no Brasil existem cerca de 28 milhões de pessoas com surdez e com estimativas de aumento destes números.

Entre os motivos para este aumento estão o envelhecimento da população –  o processo natural de diminuição da capacidade auditiva atinge até um terço dos idosos – e também a exposição a ruídos intensos. Os mais expostos são as pessoas que trabalham em ambientes ruidosos sem tomar as devidas precauções de uso de protetor auditivo e indivíduos que se expõem a volumes elevados em fones de ouvido, aparelhos de som e celulares.

Estima-se que 1,1 bilhão de pessoas dos 12 aos 35 anos de idade correm o risco de terem perdas auditivas irreversíveis porque se expõem a ruídos em intensidade e duração consideradas perigosas para a audição. Quanto mais alto o volume, menor é o tempo que a pessoa pode se expor ao ruído. O volume ideal para os fones de ouvido em dispositivos de áudio é abaixo de 60% da capacidade máxima do aparelho.

Ouvir sons muito altos por um período prolongado causam lesões irreversíveis nas células dos ouvidos causando perda auditiva permanente.

O diagnóstico precoce dos problemas de audição é muito importante para detectar e interferir em comportamentos de risco que possam ser alterados e indicar a intervenção mais apropriada para minimizar as consequências. Os sintomas iniciais que podem indicar perda auditiva são zumbido nos ouvidos, não conseguir ouvir ou não entender partes da conversa e o costume de aumentar o volume de dispositivos como televisão, aparelhos de áudio e celular.

Em março deste ano, em comemoração ao dia mundial da audição, a OMS e a União Internacional de Telecomunicações (UIT)  publicaram uma recomendação de um padrão global para dispositivos de audio. Segundo esta recomendação os aparelhos devem incluir recursos de escuta segura como monitorar e mostrar ao usuário o quão alto e  por quanto tempo eles ouviram o aparelho, informar quando é provável que a audição esteja em risco e disponibilizar opções de limitação de volume.

Também foi lançado um aplicativo que permite o usuário detectar perdas auditivas precocemente, o hearWHO. No teste você deve ouvir e inserir em seu dispositivo uma série de três números ouvidos em meio a um ruído de fundo, simulando condições de escuta na vida cotidiana. O aplicativo exibe a sua pontuação, explica o que ela significa e armazena o resultado do teste para que se possa monitorar o status da audição ao longo do tempo. O meu resultado foi 80 e mostra que eu tenho boa audição. Em scores abaixo de 50 é recomendado que você procure ajuda profissional. Agora é a sua vez de testar e me contar se está ouvindo bem!!

Um abraço e até a próxima!

Leia também...

Deixe um comentário

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.