Parece integral, mas não é

Quando vamos comprar um produto integral, como pão ou biscoito, esperamos levar pra casa um “alimento” saudável e rico em fibras, portanto, infelizmente, não é isso que acontece. Ou seja, na maioria das vezes o que você acaba comprando é uma mistura de farinha branca com gordura trans e resquícios de algum tipo de grão integral. KkkK! 😆 Sad but true. Maaas, felizmente existem algumas dicas que vão te ajudar a não levar mais gato por lebre.

ler rotulo alimento integral

Como nem sempre podemos confiar, à primeira vista, no que diz na embalagem do produto, para esclarecer, vá direto olhar os INGREDIENTES. Eles são apresentados em ordem decrescente, ou seja, aquele que aparece primeiro é o que tem em maior quantidade no produto e o último é o que tem menos. Logo, aqueles que começam com farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico (nome bonito pra farinha branca refinada) não são boas opções.

Nesfit salgado integral

O biscoito Nesfit “integral” é um ótimo exemplo, vejamos seus ingredientes:

Farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, farinha de trigo integral, gordura vegetal, açúcar, açucar invertido, sal, fermentos químicos, bicarbonato de amônio, bicarbonato de sódio e pirofosfato dissódico, melhorador de farinha metabissulfito de sódio e lecitina de soja.

Olhando assim não parece mais tão “fit”, não é mesmo? 😛

Procure produtos que o primeiro ingrediente descrito no rótulo seja de fato a farinha integral, se achar algum apenas com farinha integral melhor ainda, geralmente eles anunciam na embalagem como 100% integral.

E quais são os tipos de farinhas integrais?

Existe a farinha de trigo, centeio, aveia, quinoa, amaranto, arroz integral, trigo sarraceno, etc. O produto também pode ser acrescido de outras fontes de fibras como sementes de linhaça, chia, gergelim e abóbora ou oleaginosas, como castanhas e nozes.

Sobre pão integral:

Os melhores possuem uma maior proporção de fibras proteínas. Alguns podem chegar a ter mais de 4 g de fibras e 7 g de proteína em 50 g.

4 integral

Outra dica importante é evitar comprar produtos com ingredientes de nomes estranhos. Não sabe o que é, não compre.

Quanto menos processado e cheio de química o produto for, melhor. Na realidade, o ideal é consumir o mínimo possível de alimentos industrializados. Quanto mais natural for o alimento que você escolher, mais chances ele tem de ser saudável. Mas para quem ainda não consegue ficar sem, essas são as dicas para escolher o produto que vai causar menos estrago, hehe  😕

Já ouviu falar na metade dos nomes desses “ingredientes”?

O que menos tem aí é aveia, banana e mel  😆

Se interessou pelo assunto? Para aprender a identificar o sódio (sal), os tipos de açúcar e a gordura presentes nos produtos é só acessar as seguintes posts:

»» Açúcar: Um doce veneno

»»  Gordura Trans: Não se deixe enganar pela embalagem dos produtos!

»»  Você sabe a diferença entre sal e sódio?

É isso aí, gente, qualquer dúvida é só mandar nos comentários. Beijos

Leia também...

Deixe um comentário