Ômega-3 – Protetor do Corpo e da Mente

Olá pessoal! Já fazia tempo que eu queria falar pra vocês sobre a importância do ômega-3 na saúde, que pode auxiliar tanto na prevenção como coadjuvante no tratamento várias doenças. Para entender melhor isso, primeiro precisamos saber que atualmente as doenças que mais acometem e matam as pessoas são as de origem inflamatória, aquelas de inicio silencioso e constante, que desenvolvemos ao longo da vida em perceber. Estas doenças geralmente estão relacionadas à idade, mas não dependem só desse fator para se desenvolverem. Alguns exemplos: câncer, diabetes tipo 2, depressão, doenças cardiovasculares e até mesmo doenças neurodegenerativas.

healthy eating, diet and omega 3 nutritional supplements concept - close up of cold liver oil capsules in glass bowl and food on table

E como o ômega-3 entra nessa história?

Os ácidos graxos ômega-3 são anti-inflamatórios e são fundamentais para a vida humana porque são fontes primárias de energia para as células e servem como seus componente estruturais.

Entretanto, o organismo não é capaz de produzir ômega-3 em quantidades adequadas, por isso seu consumo através da dieta é necessário.

1-omega-3

O problema é que a dieta moderna apresenta níveis altos de ômega-6 devido ao uso de óleos vegetais para cozinhar, principalmente os óleos de milho e soja, também presentes em grande parte dos alimentos industrializados e o Omega-6 é pró-inflamatório. O ideal é que os níveis de ômega-3 e ômega-6 estejam em proporções de 1:1 para se equilibrarem e atualmente essa proporção está em torno de 1:15, o que gera quantidades excessivas de Omega-6 para o nosso organismo, aumentando o potencial inflamatório.

Boas fontes de ômega-3 são peixes oleosos de águas frias e profundas, tais como salmão, sardinha, anchova, cavala e arenque são ricos em ácidos graxos ômega-3 EPA e DHA em razão da sua dieta ser à base de algas marinhas. Óleos vegetais como os de linhaça e prímula são fontes do precursor de EPA e DHA (ácido alfa-linolênico).

8-omega-3

O que são EPA e DHA? O ômega-3 é sintetizado através do ácido alfa-linolênico (ALA) que sofre uma reação enzimática e origina os ácidos graxos EPA e DHA. Os principais benefícios do EPA (ácido eicosapentaenóico)  estão relacionados à saúde cardiovascular e problemas circulatórios. O DHA (ácido docosahexaenoico) é um ótimo alimento para o cérebro, já que metade do nosso cérebro é composto de gordura. Dentre seus principais benefícios, destaca-se a melhora dos processos cognitivos, como a memória e o correto funcionamento dos neurônios, atuando de forma neuroprotetora.

2-omega-3

E só pra vocês terem uma noção, olha a quantidade de doenças crônicas, com base inflamatória, que podem se beneficiar com o aumento do consumo de ômega-3, tanto como estratégia preventiva quanto como auxiliar no tratamento: Colesterol alto, artrite reumatóide, lúpus, osteoporose, desordem bipolar, esquizofrenia, déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), doenças da pele, asma, degeneração macular, cólica menstrual, câncer de cólon, próstata e mama, Alzheimer, sarcopenia (perda de massa, força e função muscular no envelhecimento), doenças cardiovasculares e síndrome metabólica que engloba resistência a insulina, diabetes, hipertensão, colesterol alterado.

5-omega-3

Legal né, gente!? Mas não deixem de consultar um profissional qualificado para saber se a suplementação de ômega-3 é interessante para o seu caso, ou o tipo e a proporção adequada de ácidos graxos para você, as marcas confiáveis, etc. Além disso, tudo tem seus cuidados e contra-indicações, pessoas que irão passar por procedimentos cirúrgicos, por exemplo, devem parar de consumir o Omega-3 duas semanas antes, para prevenir eventuais problemas de coagulação.

Espero ter ajudado com essas informações! Até a próxima 

3-omega-3

Resumo da matéria apresentada pela http://essentia.com.br/

Leia também...

Deixe um comentário