O sentimento pós intercâmbio

Boa noite, pessoal!

Hoje eu encerro a minha participação na AE com postagens sobre a minha viagem ao Canadá e queria muito agradecer á todos que dedicaram um pouquinho do seu tempo para ler os meus posts: o meu muito obrigada! <3

Como post final, farei um resumo do que passei/passo ao voltar do meu intercâmbio em Toronto.

Um mix de sentimentos ao escrever esse post hehe é saudade, é tristeza, alegria, orgulho, prosperidade, um pouco de inquietação…

Bom, depois de 1 mês e 21 dias no Brasil, ainda não caiu a ficha de que voltei. Foi um ano bastante diferente, em que cada dia era uma batalha. Nunca vou esquecer da sensação de aperto ao sair do Brasil, muito menos da minha volta. Meu maior sentimento é o de gratidão. De longe, você percebe como as pessoas que realmente importam são importantes, que a saudade pode doer, mas que seu objetivo tem que ser cumprido e que existem pessoas, que vão te ajudar a cumpri-lo, independente do lugar em que esteja; que existem pessoas boas em todos os lugares, mas ruins também; que a distância aperta, mas que a tecnologia nessas horas é sua maior aliada e que apesar das dificuldades, você consegue! Como eu consegui…

Não é fácil, galerinha… Mas é recompensador. Um amadurecimento pessoal IMENSO! Até porque você passa por situações que jamais imaginou como passar (fiz post de várias né? Hehe) e que na hora parece que tudo vai desabar, mas você consegue força e passa por cima. Não tem como resumir, a verdade é essa. Essa experiência foi feita para ser vivida, se joga! 😆

Uma oportunidade que mudará sua vida para sempre… Você irá uma pessoa e voltará outra, em vários sentidos. O seu jeito de olhar o mundo irá mudar, o que é bem legal, principalmente nos dias de hoje, com tantos problemas causados por preconceitos e diferenças culturais. Seu modo de pensar, que era um, se tornará outro. Suas necessidades, se tornarão outras… E seu coração nunca mais será de somente um país, para sempre estará dividido. Foi difícil o que passei, mas essa divisão existe… Meu coração é hoje brasileiro/canadense. E para sempre será.

E falando da parte mais realista, como é a volta no Brasil? Existe um medo. Na ida, você teve que se adaptar a um país desconhecido e, por incrível que pareça, na volta você tem que fazer o mesmo, mas com seu país de origem. Mas é nessa hora que você vai olhar para trás e começar a perceber todo o amadurecimento que você teve ao longo da sua morada no exterior e que tudo isso faz parte e mais uma vez, passará por isso.

Então, muito obrigada a todos que fizeram parte dessa minha jornada! Vocês não sabem o tamanho da ajuda que cada um de vocês me proporcionaram e da força que me deram. Alguns, espero aqui no Brasil… Outros, saudades, e quem sabe um dia, nos vemos novamente e para outros, como é bom estar de volta e perto de vocês.

E á vocês leitores, novamente, o meu muito obrigada.

XoXo,

Lola.

Leia também...

Deixe um comentário