O medo do sofrer.

É engraçado ver que, para algumas pessoas, o sofrimento está completamente desassociado da felicidade. Se você é/está feliz, isso provavelmente é um sinal de que não existe nada de errado na sua vida.

Certamente o estado de sofrimento pode ser um dos menos desejáveis ao longo de nossas vidas, dos quais infelizmente poucos escapam. No entanto, um estado que poderíamos considerar pior que o sofrimento é dado pelo medo de passar por qualquer tipo de sofrimento.

O medo tem como característica principal castrar e limitar, quando se trata de sentir medo do sofrimento, somos forçados a reprimir nossos sentimentos, a evitar experiências que possam ser uma fonte potencial de dor, caso algo diferente do que queremos que aconteça, tentamos não gostar ou ficar apegados demais a nossas afeições e tentamos trancar nosso coração, nossos sonhos e ilusões em uma câmara de proteção onde nada pode afetá-los.

Evitando o sofrer, evitamos amar, evitamos viver e, assim, desligamos todos os mecanismos responsáveis pelo movimento como seres humanos, não arriscamos ou apostamos nada, porque a simples ideia da sensação de perda nos faz circular a adrenalina típica do medo, que não age nesse caso para enfrentar nossos desafios, mas para fugir daquela situação que ameaça nosso mundo, pouco tolerante com a ideia de dor.

O problema é que na nossa sociedade atual, obcecada pela felicidade, quer o ganho sem a dor, o resultado sem o processo e a recompensa sem o risco. Só que, infelizmente, a vida não funciona assim. O que muita gente não percebe é que essa incapacidade de lidar com as emoções negativas, de sofrer, ou de encarar o sofrimento como parte da vida é justamente o que torna as pessoas tão infelizes.

Viver é sofrer e sobreviver é encontrar um significado no sofrimento.
– Frederich Nietzsche

– A felicidade não é perfeita.

O medo não é uma coisa ruim, aliás, ela é totalmente necessária para a nossa sobrevivência. Ele só nos faz infelizes quando nos deixamos paralisar por ele.

Não limite suas ações, muito menos seus sentimentos por medos. Não se predisponha à vida, é verdade que existe a possibilidade das coisas não seguirem o caminho esperado… e é verdade que estamos expostos ao sofrimento, mas considere que não é a norma que vencer é preciso correr riscos… E que, se vemos a vida sorrindo, esperando por ela o melhor, provavelmente ela nos olha da mesma maneira. Então: sem medo de que nascemos para viver…

E se este medo persistir não tema em buscar ajuda de um profissional capacitado.

Leia também...

Deixe um comentário

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.