Não embrulhe o amor.

Outra vez, pertinho do dia mais “apaixonado” do ano, me dei conta de que, de novo, eu ainda não planejei nada, não comprei presente algum e continuo não sentindo remorso por isso (hahaha). Não embrulhei o amor.

Reafirmo que não é falta de amor pela pessoa que vive a meu lado! É tão leve não seguir padrões, não precisar de datas pré definidas para demonstrar afeto e presentear. É genuíno e permite relembrar: O meu amor não tem preço e nem está em uma vitrine.

Não consigo mais visualizar um relacionamento pautado em desesperos por presentes e meros galanteios seguidos por pequenos pacotes vazios de sentimento: “- Comprei porque é dia dos namorados!”

O presente não é mais importante do que o abraço, as flores não são mais interessantes que um cheiro no pescoço, não é legal jantar num restaurante lotado e depois ficar na fila de um motel…Nem que esteja embrulhado num falso romantismo.

E antes que pareça reacionário, adianto que não sou contrária à presentear a pessoa amada no dia dos namorados, eu sou contraria à escravidão material que muitos atrelam à data.

Vai ter uma chuva de casais ostentando jantares e presentes caros e opulentos, mas que, no restante dos dias apenas jogam pra debaixo do tapete uma nuvem de ressentimentos e mágoas para parecer feliz aos olhos da sociedade. Não tem uma conversa aberta, não são sinceros entre si, que não falam o que sentem…

Bem se sabe que a ideia de se comemorar o dia dos namorados surgiu a partir de uma campanha publicitária, onde com o slogan “não é só com beijos que se prova o amor”, determinada loja distribuiu presentes para centenas de casais. Além de marcar época, a campanha deu início a diversas ações do mesmo gênero e com o tempo a tradição se instaurou, sendo uma das datas mais esperada pelo comércio, “popularizando” o amor.

Tornar o amor popular, faz com que as relações sejam cada vez mais vazias. Mais do que um embrulho, uma data, o amor deveria ser considerado um profundo diálogo de almas, e é muito mais urgente reciclar o amor com valores morais e espirituais do que com os materiais.

Não espere datas predeterminadas para demonstrar afeto. Olhe nos olhos, beije, abrace, dê um cheiro e se, sobrar tempo, presenteie mas pratique o consumo consciente, o amor está na simplicidade.

Em todo caso, antes de presentear, ame! Não embrulhe o amor.

;*

@jannacamposp

Reescrito de : https://arquitetandoestilos.com/wp-admin/post.php?post=9879&action=edit

“1 Coríntios 13, 1- 3

1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

Leia também...

Deixe um comentário

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.