Mobiliário Planejado ou Modulado

Olá GenteEEEeee! Bora conhecer a Movelmar?

Ja chego avisany que – infelizmente – o post não é patrocinado, tá? É só porque gostamos mesmo dos produtos da marca Movelmar, que vamos mostrar ao longo do texto.

Para quem não nos segue no Instagram @arquitetandoestilos no início do mês de setembro eu estive na fábrica em Ampére, interior do Paraná, para conhecer e mostrei como funciona o processo de fabricação do mobiliário e alguns lançamentos de 2019/2020.

Primeiro de tudo quero que vocês compreendam a sutil diferença entre Planejados e Modulados.

A diferença é bem tênue, muitas marcas até oferecem ambas, que é o caso da Movelmar.

Planejado – teoricamente – é qualquer móvel que foi pensado para um espaço. Porém ele pode ser um pouco mais “livre” do que os modulados. Então temos maior flexibilidade nas medidas para criar desde uma gavetinha de 5cm para chá, até um gavetão de 150cm de largura para uma pia com uma cuba gigante-tripla-espetaculosa-top-das-galáxias. Quem vai limitar a criatividade são as ferragens e os tamanhos de chapas de MDF.

Modulados são produtos que vêm em medidas específicas por exemplo: Portinhas de 40/45/50/55/60… centímetros de largura. As alturas podem variar de marca para marca, geralmente estão entre 65 e 77centímetros e o restante é fechado com o sóculo (ou sóclo) aquela faixa de pedra que fica embaixo do mobiliário, as vezes também podem receber um pé decorativo.

Geralmente a modulação de cozinha e salas (estantes) tem larguras a cada 5cm e os armários de quartos a cada 10. Assim podemos tirar proveito do máximo das combinações, e ter margem para ajustes também. Como a parede dificilmente está totalmente nivelada, então nas laterais sempre usamos um vista ou arremate, para dar um acabamento melhor.

Basicamente o modulado é um grande jogo de Lego da vida real, que vamos usando para criar a composição que cumpra toda a lista de necessidades de cada pessoa.

A vantagem de empresas é a ferragem de qualidade superior que eles têm acesso, mesmo que as marcenarias falem da marca famosona (Blum) que a maioria trabalha, os produtos oferecidos em varejo são mais simples do que o que as grandes indústrias compram em atacado, algumas marcas maiores tem até exclusividade por períodos determinados dos produtos com melhor performance.

Obviamente uma corrediça telescópica simples (custa em torno de 30 reais o par) e uma oculta, com regulagem 4D e garantia de 250 mil ciclos (valor próximo a 500 reais o par) tem muita diferença no mecanismo e na durabilidade/garantia.

A simples divisão de módulos em um projeto pode encarecer ou baratear consideravelmente um orçamento. Eu sempre defendo os módulos o mais largos possível, internamente você pode subdividí-los com acessórios bem mais baratos e ainda ganha bastante espaço, pois fracionar as gavetas incute também em aumentar laterais, estruturas e tudo isso cria um volume de produto que diminui o aproveitamento interno do mobiliário.

Em um armário de quarto por exemplo, são 12,4 centímetros entre cada gaveta, o que significa que para transformar 4 gavetões em 8, a pessoa pagará pelo menos 750 reais mais caro… pensando na ferragem maaaaais básica do mercado…  e perderá o espaço equivalente a uma gaveta de 49 centímetros de largura. Minha sugestão pessoal: Faz o maior possível e coloca as colméias dentro:

Na Nest orientamos os clientes que tem orçamento mais enxuto a investir um pouco mais no mobiliário de uso pesado (cozinha, churrasqueira, lavanderia e banheiros) e deixar para dar uma segurada no mobiliário dos outros ambientes que sofrem menos.

E agora, pagando a promessa que eu fiz no Instagram, vou mostrar as fotos do showroom da Fábrica Movelmar, que estava cheio demais aquele dia, não consegui fazer imagens boas. Estive lá para ver os lançamentos que foram 14 acabamentos novos:

Eles transformaram o showroom em um grande loft, com sala, cozinha, suite e closet com os lançamentos de lâminas, estruturas metálicas e novas opções de iluminação em LED.

A sala exibe uma estante no acabamento Millenial,  super na moda, essa cor é denominada como “o rosa masculino” pois agrada todos os gêneros. Nenhuma foto faz jus a beleza dele que na vida real é um tom salmão chiquérrimo:

Nela tambem vemos uma brincadeira da Movelmar usando o laminado do fundo que é um padrão amadeirado (Caneli), um queridinho do momento, onde eles criaram movimento paginando em escama de peixe. E a parte mais clara (nicho e prateleiras) é o Fontana, que faz alusão a um mármore claro muito elegante.

Na sala também vimos os paineis com iluminação linear, formando um grafismo na parede. E como já sugerimos por aqui, no teto a iluminação em trilhos é super dramática e eficiente.

A cozinha é bem moderna, e exibe a nova “malha” de metalurgia que eles lançaram para trazer essa atualidade aos ambientes. Junto com o Millenial, o vidro refleta fica ainda mais charmoso e apesar de um ambiente com bastante branco e o Cinza Sagrado, nas versões brilho e fosco, o resultado foi muito aconchegante:

Desconsiderem o festival de puxadores, como é um local de demonstração eles usaram vários misturados. Perceberam que a parte superior tem duas linhas com profundidades diferentes? É um movimento fortíssimo no mobiliário mundial que, particularmente, adoro e acredito que além da funcionalidade faz com que a volumetria seja mais interessante.

Para a suíte muuuuuuitos painéis revestindo paredes e a mistura do Fontana que ficou maravilhoso na cabeceira que inclusive exibe o ripadinho que segue forte na lista de desejos dos sulamericanos.

Eles ainda pontuaram com outra opção de barras de iluminação e desceram as ripas como se estivessem escorrendo. As mesas de cabeceira ficaram um show de design.

No closet temos um vislumbre da Fontana em maior proporção, nas portas do principal armário:

Na ilha eles já jogam na cara da sociedade a abertura na parte superior para você já escolher os acessórios antes de ter o “trabalho” de abrir a gaveta. A mistura desse amadeirado revestindo a parede deu um tom muito chique.

No centro disso tudo há um espaço com mesa de atendimento, então se você tiver vontade de conhecer a empresa o profissional que você contratar (#noscontrate) pode coordenar com o representante da sua cidade essa reunião e ver a apresentação do seu projeto lá. Aproveito aqui para agradecer a Idealize Ambientes que fez o convite para conhecer a indústria.

Se vocês tiverem qualquer dúvida, manda pra gente nos comentários ou no Instagram.

#Bença!

Lelo

Leia também...

Deixe um comentário