Minha casa de família no Canadá

Olááá! Que tal um post hoje para falar sobre a minha casa de família? (Que no meu caso a família é uma senhora de 71 anos hehe)

Pois bem.. Falemos disso então.

Falei no outro post sobre a minha viagem, que meu visto atrasou e blá-blá-blá e isso acabou afetando a minha Homestay. Como? Bom, era para eu ter chegado dia 2 e como “atrasei” uma semana eles (a escola) não poderiam segurar a minha casa que estava marcada para a minha chegada do dia 2, então eles me colocaram em uma casa de última hora. Lembrando que, na época da minha chegada estava começando o PanAmericano, então a cidade estava LOTADA, enfim…

No meu caso funcionou assim, a escola mandou um e-mail para a minha agência no qual continha alguns dados da minha família aqui, como nome, endereço, hobbies da família, se pode fumar ou não, se tem animal ou não, telefone, email e idade. Bom, vcs podem imaginar a minha decepção ao ver que eu iria ficar em uma casa da família que era de uma senhora de 71 anos (que eu achava que era um homem, na verdade, por causa do nome, Édel), enquanto a outra casa que eu ia ficar era uma mãe, uma filha, um cachorro e um gato?! AMO cachorro! Enfim, chorei (1).

Ok, me acalmei… Ao chegar no Canadá, o transfer me esperava, entrei no carro e lá a moça do transfer ligou para a minha Hostess (aí que eu descobri que era uma mulher) dizendo que estava me levando até ela.

Chegando lá, ela me recepcionou com um abraço, super fofaaaa! Enfim, eis que chegamos no apartamento 723, ela abre a porta… Gente, olha… MUUITO IMPORTANTE não quero desanimar ninguém ok? Mas quando ela abre a porta sinto um cheiro muito forte de (??????) não sei.. mistura de comida, com poeira, tempeiro, tá já entenderam, né? Então. Aí tá.. A casa toda de carpete, janelas não abrem, abafado, sofá com cheiro de poeira, mas nada ganha da comida. GENTE EU NÃO SEI O QUE ERA. Vou colocar a foto se alguém souber me ajudem, por favor.. Mas eu não gostei da comida (e olha que amo comer). E ela é alemã, era pra ser ótima a comida, enfim, não era. Chorei (2).

Aí subo até meu quarto, pq até então ela queria conversar sobre várias coisas, chego no quarto a janela não abre tb, apertado e pequeno, mas isso não me incomodou, o que realmente é difícil é o fato de aqui estar MUITO quente e o sol bate direto no meu quarto, e não tem nem ar condicionado na casa, nem ventilador. À noite, na hora de dormir, falei com a minha mãe e contei de tudo, chorei (3).

Aqui as fotos da comida e da parte da frente do meu prédio, que é fofo também hehe

Paola

 

Bom, não é fácil, tem gente que dá sorte. Outros não.. A minha é fofa, mas ela tem umas manias um pouco estranhas, pelo menos pra mim. Ela me deu uma chave, mas eu não sabia que toda noite ao chegar eu precisava colocar a chave no “quadro de chaves” na cozinha, toda noite ela quer conversar.. Ok, mas um problema. Eu acordo cedo e ela não, então nos primeiros dias depois de turistar muito eu chegava muito cansada e acabei não conversando dois dias com ela, recebo um bilhete por debaixo da porta: “O que tem de errado com você? Fiquei te esperando pra conversarmos ontem, até as 23 e você não apareceu. E mais uma coisa, não vejo a chave no quadro de chaves, então tenho que assumir que vc tem dormido fora de casa, por onde vc anda?!”

E ela também acumula coisas, talvez pq ela viveu na época da 2 Guerra Mundial na Alemanha, talvez seja o medo de faltar coisas como naquela época, não sei, de qualquer forma, é o jeito dela e estou na casa dela, então tenho de aceitar. Só não aceitei da comida e pedi o meu dinheiro de volta para a escola e eles devolveram o dinheiro contabilizado com os dias que ainda faltavam.

Aaaaah ela joga Tênis, Golfe e faz Yoga.. Tá melhor do que eu! Quem diz que idade diz tudo né? Pois bem, essa foi a minha experiência de Homestay, que apesar de tudo isso, ela é uma boa pessoa, super querida e disposta a ajudar, além de mega aventureira. E eu, dia 9 de Agosto, MUDO DE CASAAAA! Achei uma casa por conta própria, mas essa história vou deixar para um próximo post.. haha

Espero que tenham gostado e se vc pensar em pegar uma Homestay, desejo sorte e que seja uma ótima família!

P.S: Caso você tenha medo de não gostar da comida, mas ainda queira Homestay, é possível pedir o Roomstay, no qual vc paga somente a estadia.

XoXo.

Paola.

Leia também...

2 comentários

Avatar
Daniel 29 de novembro de 2015 - 04:03

Oi,

Estou indo em maio. Pode me indicar uma homestay?

ABRAÇO

Responder
Paola Latrônico
Paola Latrônico 6 de dezembro de 2015 - 17:24

Oi Daniel! Obrigada pelo seu contato
Bom, normalmente homestay quem indica é a escola que vc fechou contrato ainda no Brasil,tenho contato de uma mulher que já alugou quartos pra mim, porém vc aluga o quarto de uma casa que ela tem e divide as áreas comuns com outras pessoas. Espero que eu tenha sido clara haha
Se tiver mais alguma dúvida só me dizer.
Paola.

Responder

Deixe um comentário