Micro-ondas faz mal a saúde?

Com a correria do dia a dia cada vez menos pessoas tem tempo para cozinhar. A solução mais prática acaba sendo o micro-ondas, mas ainda existem algumas dúvidas sobre seus efeitos nos alimentos.

Como ando em clima de desmistificar boatos que geram terrorismo nutricional, resolvi compartilhar esse texto da Engenheira de Alimentos Liana Stoll do instagram @comidanalupa

O que são as micro-ondas?

São ondas eletromagnéticas muito pequenas (0,01 cm – 1000 cm) que ocorrem milhares de vezes por segundo. São gerados até 300.000.000.000 ciclos de onda por segundo, um número tão alto que fica difícil de imaginar.

Como o alimento é aquecido?

O campo gerado pelas micro-ondas faz com que moléculas polares – que têm um polo positivo e outro negativo – girem milhares de vezes por segundo. As micro-ondas atuam principalmente sobre a água: a rotação das moléculas de água gera choques e fricção entre as moléculas, e essas reações geram o calor que aquece o alimento.

Os alimentos perdem nutrientes no micro-ondas?

Ao aquecer um alimento no micro-ondas, as perdas de vitaminas e pigmentos ocorrem pelo calor da mesma maneira que no aquecimento convencional. Logo, não há degradação adicional causada pelo micro-ondas se comparado aos outros métodos. Quanto mais tempo um alimento fica exposto ao calor, maior tende a ser a degradação. Por isso, como o aquecimento em micro-ondas costuma ser bastante rápido, as perdas nutricionais tendem a ser menores do que os métodos como grelhar, assar ou ferver.

O alimento aquecido no micro-ondas pode fazer mal à saúde?

Não, pois o aquecimento por micro-ondas não forma compostos diferentes do que o aquecimento convencional formaria. Isso ocorre porque a energia das micro-ondas não é suficiente para causar ionização, isto é, não tem capacidade de arrancar um elétron de um átomo ou molécula.

Por que o alimento cozido no micro-ondas fica pálido?

No forno convencional são utilizados maiores tempos e temperaturas de cozimento, o que permite o desenvolvimento de compostos aromáticos e de coloração dourada que deixam o alimento mais bonito e saboroso. Como no micro-ondas o aquecimento é rápido e não atinge temperaturas tão elevadas, o alimento acaba ficando mais pálido que o alimento aquecido no forno.

Agora todos nós podemos ficar mais tranquilos e aproveitar a praticidade da tecnologia sem peso na consciência 😉

Leia também...

Deixe um comentário