Intolerância à Lactose

Você sabia que cerca de 50% dos brasileiros pode desenvolver algum grau de intolerância à lactose durante a vida?

A lactose nada mais é do que açúcar (carboidrato) naturalmente presente no leite e nos seus derivados.

O problema é que a habilidade de digerir a lactose é relativamente nova em termos de evolução. Fazem “apenas” 10 mil anos que nossos ancestrais começaram a ingerir leite e a produzir lactase em seus organismos (enzima responsável por digerir a lactose). O DNA do ser humano se adapta mas essa mudança é lenta.

Intolerância à lactose 10

O que é intolerância à lactose?

É a incapacidade do organismo de produzir a enzima lactase em quantidades suficientes. Esta enzima é responsável por “quebrar” a lactose para ser digerida. Existem graus de intolerância a lactose: leve, moderada ou grave. Tudo depende da quantidade de lactase que o intestino é capaz de produzir. É comum algumas pessoas só observarem os sintomas quando ingerem o leite e não sentirem nada com seus derivados, como queijo e iogurte. Isso porque eles contém uma quantidade menor de lactose.

Os sintomas mais comuns de intolerância à lactose são: gases, estufamento, dor abdominal, diarreia e até náuseas e vômito. Eles podem surgir minutos ou horas após a ingestão de leite ou seus derivados.

Intolerância à lactose 4

É mais comum os sintomas de intolerância a lactose aparecerem em adultos e adolescentes do que em crianças. É na infância que o organismo começa a produzir a lactase, mas com o passar do tempo essa produção começa a diminuir. Por isso muitas pessoas tem dificuldade de identificar a intolerância e até de aceitar que de uma hora pra outra um alimento que não fazia mal pode começar a fazer.

Vale ressaltar que a Alergia ao Leite de Vaca (APLV) é diferente da Intolerância à Lactose

A alergia ao leite de vaca ocorre quando o sistema imunológico reage a proteínas presentes nos alimentos. Neste caso, o organismo começa a produzir células inflamatórias e/ou anticorpos para combater as essas proteínas que ele considera como sendo “moléculas invasoras”, desencadeando um processo alérgico. Esse processo pode causar dificuldade respiratória, urticária, coceira, vômito, sangue nas fezes, falta de apetite, entre outros sintomas.

Pouring milk in the glass on the background of nature.

Produtos Sem Lactose

Atualmente existe uma grande variedade de produtos sem lactose no mercado. Mas você sabia que esses produtos tem lactose sim? A indústria ainda não descobriu como retirar a lactose do leite e seus derivados, então a enzima lactase é adicionada nos produtos para que eles sejam melhor digeridos pelos intolerantes. Podem olhar nos ingredientes pra conferir. E infelizmente para algumas pessoas nem assim o alimento é bem tolerado.

Organic Farming Cottage cheese, sour cream, butter, cheese and milk

No caso da intolerância à lactose, o uso do suplemento da enzima lactase é muito comum, já que supre a deficiência desta enzima no organismo e possibilita, assim, a digestão da lactose. A lactase pode ser encontrada sob a forma de pastilhas mastigáveis, em pó, comprimidos ou cápsulas em diversas farmácias convencionais, de manipulação ou ainda em lojas de produtos naturais. A dose administrada vai depender do grau de intolerância da pessoa e da quantidade de lactose que vai ser consumida. Consulte o seu nutricionista à respeito.

E pra quem precisa ou prefere evitar a lactose checar os ingredientes dos produtos é fundamental. As principais fontes de lactose são:

  • Leite de vaca e derivados: iogurte, queijos, coalhada, nata.
  • Manteiga, creme de leite, leite em pó, leite condensado.
  • Chocolate, doce de leite, flans, sorvetes, pudins, bombons, bolos e pães.
  • Bebidas lácteas no geral e achocolatados em pó.

Intolerância à lactose 3

A lactose também pode ser encontrada em alguns produtos NÃO LÁCTEOS:

  • Temperos prontos e caldos concentrados de carne, galinha ou legumes
  • Adoçantes
  • Salame, salsicha, peito de peru
  • Batatas chips, salgadinhos, sopas instantâneas e macarrão instantâneo.
  • Medicações

Bastante coisa né, gente? Mas eu queria deixar tudo bem explicadinho pra vocês 😉

E pra quem acha que retirar leite e derivados da alimentação pode prejudicar o consumo de cálcio, tem um post falando sobre esse assunto, para acessar é só clicar:

CÁLCIO E SUAS FONTES DE ORIGEM VEGETAL

Já para as pessoas que não conseguem ficar sem leite, tem um post falando das propriedade e o modo de preparo de vários tipos de “leites vegetais”. Quem tiver interesse é só acessar:

LEITES VEGETAIS – RECEITAS E PROPRIEDADES

Glass of milk and cheese on natural background

Leia também...

Deixe um comentário