Interiores – Revestimento 3D

Já faz algum tempo que vemos este termo “revestimento 3D” rondando por aí, nas lojas, em projetos e no Pinterest. Uma chuva de revestimento 3D caindo pra todo lado.

Ele é tão, mas tão usado, que tem fabricante achando o termo banal que já estão adotando o 4D, que segundo o Lelo o nome é a abreviação de 4D…. Demônios, de tão bizarro que alguns são, porém, como gosto é que nem braço, cada um tem o seu, vamos parar a nossa conta no 3 mesmo.

Para entendermos quais são os parâmetros que o definem encontramos na internet a seguinte descrição:

“É a sigla atribuída para terceira dimensão. Referência de medida e profundidade. O mesmo que 2D com o adicional da medida profundidade, fatores importantes que tornam um 2D em 3D, são a sombra e a luz”. (https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/3D)

“Formato tridimensional, com profundidade ou a ilusão de profundidade”. (https://www.dicionarioinformal.com.br/3d/).

Como podemos ver a coisa é simples, pode ser uma peça que de fato seja tridimensional como as peças cimenticias por exemplo:

Ou até mesmo papéis de parede que passem a sensação de sombra e luz:

Eu simplesmente amo o efeito que conseguimos com estas peças, quando aliadas a um bom projeto de iluminação, você atribui ao seu ambiente efeitos FAN TÁS TI COS!

Podendo ser moderninho:

Rústico, e aqui acrescentamos a possibilidade de trabalhar com outros materiais de revestimento 3D, como a  Pedra Ferro ou Madeira:

Eles podem ser Sofisticados, com as mais diferentes materiais ou cores, aqui um cimentício:

Um porcelanato:

E os queridinhos do momento, em PVC, que além de terem valores mais competitivos, também são mais leves e fáceis de instalar:

É facilmente encaixado também no estilo Romântico:

As matérias primas também variam. Encontramos em PVC, gesso, porcelanato, pedra e a grande aposta dos fabricantes no momento, os cimentícios. Entretanto estes são costumeiramente mais caros, também são conhecidos como concreto arquitetônico. E particularmente falando, estes são geralmente os mais bonitos.

PVC:

Gesso:

Porcelanato ou Cerâmico:

Cimentício/Concreto arquitetônico:

Como na referência revestimentos 3D entra tudo que tenha profundidade, não podemos esquecer que a lista é muito mais longa… temos os tijolinhos a vista, painéis cortados a laser, painéis ripados, emborrachados… entre outras inúmeras possibilidades.

Então, caso vocês queiram saber mais sobre algum destes, nos digam 😉

Beijos e uma ótima semana :**

Mônica Petermann

Leia também...

Deixe um comentário