Interiores – Eletrodutos

Para estrear nosso espaço aqui no blog escolhemos um assunto que vai dar uma mãozinha para quem quer dar uma estilizada no resultado da decoração de interiores, na iluminação do seu lar doce lar, que às vezes não é tããããão seu assim, como um imóvel alugado, mas que merece toda atenção e carinho e também para quem quer dar uma renovada com um toque moderno e cu$$$tos reduzido$$$, os eletrodutos.

Sempre que pensamos em acrescentar mais lâmpadas, tomadas e interruptores, seja por necessidade de iluminação ou para fazer um charminho a primeira coisa que vem a mente é…. vai quebrar, fazer muita sujeira, sair caro e para piorar, as vezes você pede para um profissional/ eletricista dar um “pitaco” e o moço olha pra você com cara de pânico e diz: “Ih dona, dá não”. Mas a partir deste post você vai poder responder com um sorriso fofo que dá certo sym!

A sugestão não é assim lá uma novidade, faz parte do estilo Industrial, uma vertente do Modernismo. Onde as estruturas e as infraestruturas ficam aparentes. Dando um ar despojado, prático para executar e dar manutenção.

Podemos aplicar essa técnica para novas tomadas, interruptores e iluminação, basta atentarmos para alguns detalhes.

1 – Projeto

O ideal é fazer um esqueminha simples, com quantidade de tomadas, pontos de luz, interruptores, definindo também as alturas. Quanto a isso, você pode seguir o padrão da casa, caso elas atendam suas necessidades, se preferir fazer umas mudancinhas sugiro deixar as tomadas baixas a 30 cm do chão, 115 cm as tomadas médias e interruptores e as altas a 215cm, sinta-se à vontade para ajustar caso fique melhor para você 😉

Venho por meio desta esclarecer que, não se deve passar no mesmo eletroduto cabo de energia junto a cabos de internet/ telefone, por motivos de: interferência. Você pode colocar uma barra ao lado da outra.

Uma dica, caso esteja com dúvidas sobre como vai ficar na “vida real”, use uma fita crepe, (tem que ser crepe para não acabar arrancando a tinta ou deixando cola na parede), para simular seu projeto.

2- A escolha do material

Existem os eletrodutos de PVC.

Acho mais estilosinho o de metal, mas estes são um pouquinho mais caros, então vale analisar o cu$$$to benefício.

Em sua compra provavelmente terá:

  • Barra de eletroduto (01) em aço galvanizado ou de alumínio, ouuuuu PVC. De modo geral o de ¾ atende de forma bem xóinha.
  • Condulete compatível ao eletroduto escolhido, (aquela caixinha onde vão as tomadas e interruptores). Ah, nesse caso deve-se atentar para as saídas dele, alguns vem com aberturas nos quatro lados, pra cima, pra baixo, pra direita e esquerda, outros não… por tanto fique de olho para que atenda o seu esqueminha.
  • Curva (02), para ligar as barras, como a da parede com a do teto, ou simplesmente fazer a curva na parede mesmo, nesse caso pode usar também o condulete com uma tampa cega;
  • Luva (03), para conectar a barra à curva ou barra com barra;
  • Braçadeiras (04), para fixar os tubos na parede, minha sugestão é que você não use mais de 1m, 1,20m de barra sem braçadeiras, para não correr o risco de ficarem livres leves e soltas parede a fora;
  • Tomadas e interruptores conforme o seu projeto;
  • Luminária da sua escolha, pendente, spot direcional de sobrepor ou de trilho (faremos um post sobre isso em breve)
  • E por último porém não menos importante, buchas e parafusos, lembrando que se sua parede for de bloco de gesso ou gesso acartonado deve comprar as buchas especificas para esse tipo de material, okay?

3 – Ferramentas necessárias

  • Serra tico- tico;
  • Lima (lixa), para aparar rebarbas dos cortes;
  • Parafusadeira / Furadeira;
  • Trena;
  • Lápis para fazer a marcação dos cortes na barra.
  • Fita crepe, caso você não tenha usado ainda na fase da elaboração do projeto versão “vida real”, sugiro que quando for furar a parede para colocar a bucha, cole um pedacinho de fita nela, isso ajuda a não esfarelar quando o reboco não está assim aqueeeeeeela maravilha, (isso serve apenas para parede em alvenaria, tá?!).

… eeeee mãos à obra….

Sobre a passagem da fiação, a menos que você seja alguém familiarizado com o mundo da elétrica mesmo eletrodutos, sugiro que não faça isso sozinho #peloamordeDeus, peça ajuda ou contrate um profissional, lembrando que caso você seja como eu e opte pela segunda opção já vai ter feito uma boa economia, pois nosso amigo eletricista só terá que passar os fios e finalizar as tomadas, feito?!

Espero ter contribuído e caso tenham dúvidas nosso ninho, (como chamamos carinhosamente nosso escritório, Nest), Me, Lelo e Ju estamos aqui para dar aquela ajuda.

By Mônica Petermann   ;*

Leia também...

Deixe um comentário