Gastos inteligentes são aqueles que se diluem ao longo do tempo, não são necessariamente economia na hora de adquirirmos algo. E quando falamos de construção ou decoração não seria diferente.

Em Terra Brasilis, mesmo que os entusiastas dos investimentos digam que não, acredito que ter um imóvel é importante. Defendo que a sensação de “minha casa” traz uma paz que justificam os gastos.

Além de um projeto arquitetônico que seja funcional, que atenda as necessidades da família no momento atual e já vislumbre o que poderá ser necessário no futuro compreendo que para não haver gastos inesperados ou desnecessários, é muito indicado que se invista em um projeto de interiores.

Existem escritórios que trabalham apenas com arquitetônicos ou apenas com interiores e também profissionais que atual em ambos os segmentos. Ao contrário do que muitos pensam, o projeto de interiores tem um valor mais alto do que o arquitetônico e os complementares. Não tá entendendo nada? Anotei aqui para fazer um post sobre todos os projetos e passos necessários para a sua casa dos sonhos, volte na próxima quinzena.

O projeto de interiores é muito diferente do projeto que você recebe “gratuitamente” quando leva sua planta numa loja de móveis planejados ou marcenaria. Um projeto completo para uma casa de novela – igual dos seus sonhos – é composto de diversas partes:

Layout de mobiliário;

Gesso;

Cálculo de necessidade e distribuição de iluminação;

Paginação de piso;

Paginação de revestimentos;

Locação de pontos hidráulicos,

Locação de pontos elétricos;

Locação de pontos de gás;

Locação de pontos de lógica (internet, telefone, interfone, câmeras, som, TV, alarme, automação…);

Cansou? Ainda longe, segura essa marimba amô!

Definição de eletrodomésticos;

Detalhamento de mobiliário;

Definição de pintura, revestimentos, pedras, papéis de parede;

Escolha de itens de iluminação decorativa (lustres, arandelas);

Escolha de móveis complementares (sofás, poltronas, mesas de apoio, mesas de refeições…);

Decoração têxtil (cortinas, persianas, tapetes, colchas…);

Tudo isso com medidas e quantitativos para compra. Se você tem tudo isso pronto antes de precisar resolver na hora de executar, aí podemos considerar um projeto de interiores.

E caso você queira, ainda pode contratar acompanhamento de obra, gerenciamento de compras, vistorias, e cenografia – que é a decoração menor e mais sazonal, porta-retratos, vasos, arranjos de flores, capas de almofadas, composições de mesas de centro, enxovais… Até a afofadinha do travesseiro.

Então como o projeto de interiores permite que se preveja muitos itens e tantos gastos que você pode otimizar, sim vale muito a pena considerar ter esse serviço para poder programar todos os passos e saber com antecedência se será possível deixar tudo do jeito que você sonha de uma vez ou então já solicitar tudo que é difícil de adequar posteriormente, como pontos por exemplo. Tem coisa pior do que quebrar parede e readequar toda a infraestrutura de ar condicionado?

O resultado dessa combinação de forças é um imóvel que durantes muitas décadas não haverá necessidade de alterações.

No próximo post – me cobrem – vamos simular os custos de construir uma casa desde o zero e descobrir o caminho das pedras. Nada de gastos surpresa.

As imagens do projeto de hoje foi desenvolvido pela Nest e coordenado desde a demolição até as plantas permanentes.

Até logo;

Nest Arquitetura e Interiores

Leia também...

Deixe um comentário