Fome ou Vontade de Comer?

Você consegue diferenciar quando está com fome “real” de vontade de comer?

Existem vários tipos de fome, inclusive, a própria vontade de comer também é uma delas. Vou explicar os principais tipos para que você consiga entender melhor os sinais do seu corpo.

A fome “real”, que também pode ser chamada de física ou fisiológica, é aquela em que o corpo literalmente te avisa que precisa de nutrientes para continuar funcionando bem. Você sente o estômago vazio e dá aquela dorzinha, tontura, irritação, fraqueza ou dor de cabeça. Esse tipo de fome não costuma ser seletiva, você comeria até o que não gosta para saciá-la.

Já a vontade de comer, também chamada de fome emocional ou psicológica, está relacionada com o nosso estado mental e não com as nossas necessidades fisiológicas. Ela costuma aparecer quando precisamos de conforto ou recompensa. São aqueles dias em que pensamos “hoje o trabalho foi estressante, eu mereço”, ou “estou me sentindo carente, preciso de um chocolate”. E geralmente já temos um alimento específico em mente (seletiva), por exemplo “fome de doce” ou “eu mereço uma pizza”. São nessas horas que vale a pena parar e analisar se aquele alimento ou aquela quantidade que você pretende comer realmente vão ajudar a melhorar a sua situação. Pode ser a diferença entre um quadradinho de chocolate ou uma barra toda.

Existe também a fome comportamental ou de hábito. Nesse caso, a pessoa come em determinados horários porque está acostumada e isso pode ter suas vantagens e desvantagens: se você comer antes do horário normal e mesmo assim exagerar quando comer novamente no horário habitual, pode ingerir calorias em excesso. Agora se você usar essa fome como autoconhecimento e souber equilibrar quantidade e qualidade de alimentos, só vai trazer vantagens para qualquer horário que você decidir comer.

E por último, mas não menos importante: a fome social. Sabe quando você vai em um evento ou uma festa de aniversário e come muuuuito mais do que deveria, mesmo sem estar com vontade? Então…Nesses casos também entra a reflexão e se conhecer. Se você prefere comer um pouco mais nos eventos, vale fazer uma alimentação mais leve durante o dia. Se você realmente acha melhor não exagerar, o auto-controle vai ter que começar a entrar em cena.

Quanto mais consciente você estiver sobre as necessidades do seu corpo, menor será a chance de exagerar na alimentação.

Leia também...

1 comentário

Avatar
Osvaldo 1 de agosto de 2019 - 07:08

Top adorei conhecer, ultimamente tenho fome e algumas vontades

Responder

Deixe um comentário