Deixem as crianças dependerem!

Não faz muito tempo, que uma amiga minha, mãe de duas meninas, postou uma foto das filhas e na legenda um texto que falava da importância de deixar as crianças serem dependentes, sobretudo quando nascem… Eu, que muitas vezes vejo pais e mães encontrando fundamento científico para suas ações que deveriam ser meramente corrigidas, me debrucei sobre aquilo e concordei em gênero, número e grau! E é por isso que hoje vim levantar a bandeira: “DEIXEM AS CRIANÇAS SEREM DEPENDENTES!”

A independência e a autonomia que queremos que nossos filhos desenvolvam na vida adulta, e que tem início gradativo na infância virá justamente dessa relação inicial de dependência conosco, a ideia de que crianças são miniaturas do adultos e que devem imitar os seus comportamentos e habilidades é da Idade Média, ou seja, literalmente muito ultrapassada e antiga…

Pensa comigo, dizer que eu não posso ninar o meu bebê enquanto ele chora, ou que eu não posso deixá-lo no meu colo o tempo todo para que não se acostume com este colo, porque no caso de ele se acostumar isso seria uma catástrofe e ele nunca mais iria me deixar fazer outra coisa é primeiramente ilógico e em segundo lugar injusto…

É ilógico porque como é que o bebê cresce e nunca mais sai do colo? Seria possível que este colo que muitos consideram excessivo, tomasse todo o tempo? Trataria-se de um bebê que não brinca, não vai no colo de outras pessoas, não dorme, não toma banho e não é trocado? E sobre esta mãe, o que dizer? Ela também não come, não dorme, não faz mais nada, nenhum trabalho e nem nenhuma tarefa? E pra finalizar, essa criança não cresce? Ela não chega na fase de querer explorar o mundo ao redor, e permanece no colo de sua mãe eternamente? Percebem o quanto isto é sem fundamento?

No mais, é injusto porque a ideia de que devemos deixar um bebê chorando para que ele aprenda a se acalmar sozinho pode ser considerada até mesmo cruel. E tem a ver com a questão da dependência porque eu estaria querendo que aquele serzinho assustado que acabou de sair do útero seguro e quentinho, e que depende de mim pra tudo, depende de mim pra sobreviver, tenha independência emocional??? NÓS NÃO DEVEMOS DEIXAR NINGUÉM CHORANDO SOZINHO. Tem coisa mais triste do que pensar que a partir de agora, todas as vezes em que estivermos irritados, tristes, frustrados, nervosos, precisaremos nos acalmar sozinhos? Talvez você tenha dado uma bufada nessa parte e pensado “mas eu preciso me acalmar sozinho”, e talvez isso seja verdade, e possivelmente é reflexo da falta de acolhimento que tivemos na nossa primeira infância!

Para que seja possível se tornar alguém que dá conta de organizar seus sentimentos e se preciso (porque infelizmente algumas vezes é preciso) resolvê-los sozinho é necessário que aprendamos com um adulto, que nos acolhe e auxilia nestes momentos, e esse processo começa no nascimento.

Gente, eu não estou aqui dizendo: “Não deixem seus filhos tentarem fazer nada sozinhos”, permitir que a criança dependa de você não é o mesmo que aprisiona-la na sua dependência, e quando o adulto é co-dependente também existe algo de disfuncional. Eu estou dizendo que crianças PRECISAM de adultos para tudo, e é óbvio que para o controle emocional também, e é ao longo de suas vidas que elas vão aprendendo a executar as tarefas, uma a uma com autonomia, até que ser dependente de alguém se torne um opção e não uma condição!

Leia também...

0 comentário

Avatar
marisa 5 de abril de 2019 - 16:10

nossa li duas vezes para ter certeza que entendi, e olha parabéns, amei o texto, e é bem real seu pensamento, eu inclusive acho que os filhos dependem dos pais pela vida todo, e nem por isso deixam de crescer e fazer suas escolhas, amei

Responder

Deixe um comentário