Definição Muscular: Pilates/Musculação

Quando pensamos “em definição muscular”, começam a surgir várias formas de busca por métodos que sejam eficazes e rápidos, afinal, quando a pessoa conquista uma boa definição, seu corpo fica mais torneado “sarado”.

E normalmente quando focamos em músculos torneados, as pessoas comumente ainda buscam pelas academias de musculação.  Porém, nem todos gostam de praticar exercícios que necessitam realizar levantamento de peso, como é o caso da musculação, e acabam buscando outras alternativas, e uma delas é o Pilates.

Mas afinal, qual seria o melhor método de “atividade física”, para ajudar definir os músculos?

Pensando nessa dúvida, resolvi passar para vocês um pouco da minha experiência, visto que, esse também sempre foi o meu objetivo, além da saúde, melhorar minha definição e estética corporal. Em busca disso, tive algumas experiências reais com alguns métodos de atividade física. Vou falar aqui, os que pratiquei e pratico a mais tempo.

Então vamos lá, por muito tempo fui adepta da musculação, de forma intensa e regrada, e com essa prática consegui hipertrofiar, ou seja, “aumentar o diâmetro do músculo, através da sobrecarga exercida sobre o mesmo”. Afinal, sem músculos não há definição.

A definição muscular só irá ocorrer a partir do momento em que o corpo ganhar massa muscular, e depois emagrecer (diminui o percentual de gordura).

Não querendo tirar a esperança, mas a realidade é que para ter um corpo definido, depende de vários fatores, como a alimentação adequada, baseada em fibras e proteínas, um sono reparador e a pratica regular de atividade física. Ou seja, não ocorre do dia para noite.

O que nem todos sabem é que o Pilates também é um ótimo método para ganhar definição, pois seus exercícios trabalham o corpo como um todo. Os movimentos criados por Joseph Pilates utilizam-se como resistência as molas e/ou o próprio peso corporal, resultando no aumento da força, e consequentemente, aumento da hipertrofia.

Ou seja, a pessoa que pratica Pilates melhora o seu condicionamento físico e garante uma boa forma corporal. Além disso, Pilates também trabalha o fortalecimento do core através do Power House, fortificando o abdômen, glúteos e períneo, melhorando tônus muscular nessa área.

No Pilates também trabalhamos músculos mais específicos, pequenos, geralmente profundos e altamente resistentes, que não são trabalhados na musculação, pois ela treina os grandes grupos musculares, e mais superficiais, gerando aumento da massa muscular relativamente em pouco tempo.

Conforme o tempo, meus objetivos foram mudando, e analisando tudo isso, embora o resultado fosse satisfatório com a musculação, eu comecei a focar em alguns outros benefícios além do estético, que no caso eu adquiri com a prática do Pilates, e assim, passei a manter a definição muscular, mas sem a sobrecarga da musculação.

Comparando os dois lados, podemos considerar que ambas práticas possuem suas especificidades, podendo dizer que o Pilates atua sim na definição muscular, mesmo não sendo este o foco principal do Método, já que ele tem tantos outros benefícios.

Os resultados, podem até demorar um pouco a mais do que quando você pratica musculação, porém, você alcançara a definição muscular tão desejada.

Mas o mais importante é observar como você se sente realizando a atividade escolhida, cada corpo é único e tem suas necessidades individuais. Busque fazer o que gosta, para que isso não se torne uma obrigação, mas, seja prazeroso, visando o bem-estar completo entre corpo e mente, e não somente a parte estética.

Leia também...

Deixe um comentário