Copa do mundo e Gastronomia Russa

Já que estamos em época de Copa do Mundo, porque não explorarmos um pouquinho a cultura gastronômica do país que sedia os jogos?

Única em sabores e com uma grande diversidade de ingredientes a cozinha Russa, por ser quase um continente, sofre grandes influências dos aspectos culturais, históricas e geográficas em seus pratos.

Uma caracteriza relevante dentro da cozinha Russa são os fatores climáticos, que diante de invernos rigorosos “obrigam” os russos a abusarem, em suas refeições, de carboidratos e gorduras servidas em pratos quentes para enfrentarem o frio. Por isso, frutas e vegetais frescos são pouco utilizados no dia a dia dessa culinária e são mais aproveitados quando cozidos e refogados.

Batatas, manteiga, carnes, pães, ovos e smetena – que nada mais é do que uma base de creme de leite azedo – são os ingredientes mais encontrados.

O caviar, muito comum na Rússia, ao contrário dos encontrados no Brasil, é barato e muito utilizado no café da manhã, passadas em pão preto com manteiga.

Já no tempero, as ervas e o alho constituem a base do sabor de seus pratos.

Outros ingredientes muito comuns são os pepinos usados sobretudo nas conservas, beterrabas, cogumelos, além de uma grande diversidade de cereais.

Aos amantes do chocolate, uma curiosidade, o chocolate Russo é tão famoso por sua qualidade quanto ao grande concorrente os chocolates Suíços.

A vodka é a bebida mais famosa da Rússia e encontrada no cardápio de todos os restaurantes ou bares do país.

Então, casos vocês estejam dispostos a saborear os pratos tradicionais da Russia aqui estão alguns que vocês devem experimentar.

Kulebjaka São pequenos pastéis com uma massa fina e podem ser recheados com salmão, arroz, ovos cozidos, cogumelos, batatas, carne ou queijo.

Imagem ilustrativa – Netcost Market

Borscht é uma sopa de beterraba servida quente ideal para o rigoroso inverno do leste europeu.

Imagem ilustrativa – Simply Recipes

Pelmeni é um bolinho de massa em formato de ravióli recheada com carne moída. Podem ser servidos com o sour cream, na manteiga ou num caldo de sopa.

Imagem ilustrativa – The Seasonal Dietitian

Blinis são panquecas finas e podem ser acompanhadas por doces ou salgados como cogumelos, queijo cottage, carne moída, geleia, mel, creme de leite, salmão defumado e caviar.

Imagem ilustrativa – Blog Cakies

Frango à Kiev apesar do nome, que faz alusão à cidade de Kiev, localizada na Ucrânia, o prato foi criado mesmo em Moscou. Feito de peito de frango desossado e recheado com manteiga de alho, ervas, presunto, salmão, queijo, podendo ser servido frito ou cozido.

Imagem ilustrativa – Healthy Food

Stroganov (Strogonoff), muito popular nas mesas brasileiras e do mundo todo, ainda faz da cozinha Russa ser pouco conhecida. Diferente de como é servido no Brasil, o Strogonoff na Rússia é acompanhado de purê de batata ou batatas assadas e não batata palha.

Imagem ilustrativa – Curious Cuisiniere

Shashlyk são os famosos Kebabs na Rússia, de influência Arábe, é um espetinho e pode ser feito de carne ou de legumes.

Solyanka é uma sopa picante e cremosa e pode ser feita com carne, peixe ou cogumelos, azeitonas, pepinos em conserva, repolho, batata, creme de leite e endro.

Imagem ilustrativa – Boca Russian Market

Espero que esse post tenha aguçado um pouco a curiosidade de vocês para que busquem descobrir sobre os sabores da Rússia mesmo que em terras brasileiras.

Até o próximo post.

Leia também...

Deixe um comentário