Controlando a Ansiedade através da Respiração Abdominal

Olá!

Hoje em dia é muito difícil encontrar uma pessoa que não sofre, ou já sofreu, com a dificuldade de controlar as emoções, especialmente, a ansiedade, não é mesmo?

Além do sofrimento que este desequilíbrio pode gerar, ele também é muito prejudicial para nossa saúde, por isso trouxe este assunto para a publicação de hoje com uma técnica muito importante de reaprendizagem respiratória.

Você já parou para pensar que as emoções são como canções interiores?

Algumas emoções tocam tão alto e vibram tão intensamente que chegam a extravasar, nos fazendo perder o compasso e tomar atitudes impensadas, aquelas, que costumamos nos arrepender depois, quando a canção parou de tocar.

Agora pensa comigo, se conseguirmos mudar o ritmo, a canção também mudará, não é mesmo?!

A boa notícia é que nós podemos administrar as emoções e a mente através do processo mais fundamental que existe na manutenção da vida: a respiração. Isso porque cada emoção possui um ritmo respiratório característico, como os exemplos da tabela abaixo:

Emoção x Respiração

É uma via de mão dupla, tanto podemos desencadear emoções negativas com respiração inadequada, como podemos nos acalmar e mudar estados internos apenas corrigindo a respiração.

Você sabia que a menor perturbação respiratória, a menor restrição aos movimentos respiratórios pode gerar imediatamente a ansiedade?!

Quando estamos nervosos ou ansiosos, enfurecidos ou estressados, repare: a respiração fica acelerada e curta, passamos a realizar uma respiração conhecida como torácica.

Este tipo de respiração, na verdade, é realizada por praticamente todas as pessoas no corriqueiro dia a dia e é a mais pobre e incompleta, onde entra menos ar em cada movimento, mas com um grande número de inspirações e expirações. É o estilo barriga para dentro e peito para fora. Desta forma usamos apenas a musculatura do tórax.

O resultado é acúmulo de ar pobre em oxigênio, tensão muscular e muita ansiedade.
Durante a respiração torácica, a parte inferior dos pulmões não é suficientemente oxigenada, podendo resultar em resfriados e até outras doenças mais graves.

Para entender a diferença entre a respiração torácica e diafragmática, podemos observar uma criança pequena. Quando dormindo, naquele sobe e desce de barriga está realizando a respiração diafragmática ou abdominal. Quando está chorando ou irritada realiza a respiração torácica.

A respiração diafragmática é a que vai nos ajudar a ter mais calma e, diminuir a reação de alarme. Esta reaprendizagem respiratória é um exercício simples que você pode praticar em qualquer lugar e diante de qualquer situação, momento de tensão ou pressão ou simplesmente quando precisar assumir o controle de suas emoções.

Reaprendizagem Respiratória: respiração diafragmática

Respiração Abdominal

Respiração Diafragmática ou Abdominal

 

Coloque uma mão sobre a barriga, logo acima do umbigo, e a outra sobre o peito para entender como a técnica funciona.

Inspire o ar bem lentamente, fazendo de sua barriga um balão em expansão. Segure por 2 ou 3 segundos e expire bem lentamente, deixando sair todo o ar.

Ao inspirar, a mão que está sobre a barriga deve subir e a mão que está no peito deve mexer-se muito pouco.

Respire com calma, de maneira regular e suave.

Mais uma vez:

Inspire o ar bem lentamente. Segure por 2 ou 3 segundos e expire, deixando sair todo o ar.

Agora que você entendeu, pode abaixar as mãos.
Repita por algumas vezes e inclua esta técnica nas diversas situações do seu dia a dia.

É óbvio que você precisa buscar ajuda profissional se está sofrendo com sintomas de ansiedade e stress e iniciar o quanto antes um tratamento. Nós recebemos no consultório de Acupuntura e Terapias muitas pessoas com quadros de ansiedade em diversos graus, algumas já com consequências patológicas, por isso é muito importante, além do tratamento, aprender a se controlar e realizar algumas mudanças de hábitos que podem estar dando origem ao problema.

Ainda que pareça complicado mudar o estilo de vida, é totalmente possível criarmos pausas oportunas na rotina para cuidarmos de nós mesmos, incluindo hábitos saudáveis, exercícios, contato com a natureza, mas esta conversa fica para outra publicação…

Clique no Play para assistir nosso vídeo e entender como funciona na prática:
Aproveite para se inscrever em nosso canal e acompanhar nossos vídeos: clique aqui.

video
Fique atento aos sinais e não esqueça: inclua a respiração abdominal na sua vida!

Aproveite para conhecer nosso Blog Acupuntura e Terapias e acompanhar nosso trabalho.

Espero que tenha gostado, e se gostou, aproveite para deixar um comentário e interagir comigo, eu vou adorar responder!
Um abraço e até a próxima!

Deise

Leia também...

Deixe um comentário