8 Dicas infalíveis para conservar alimentos.

Separei algumas dicas para conservação de alimentos que são fantásticas. Todas testadas e aprovadas por euzinha aqui.

Como tudo que é bom deve ser compartilhado, resolvi elencar as minhas favoritas.

Espero que utilize em sua cozinha, goste e compartilhe.

1. Morangos

 

Aqui vai a minha descoberta favorita.

Eu sempre tive um problema com morangos. O que não era consumido no dia da compra e ficava de um dia para o outro, sempre apodrecia e o desperdício era certo, Até que descobri o uso milagroso do vinagre.

Prepare uma solução de água e vinagre de maçã (uma parte de vinagre para cada dez de água), mergulhe os morangos inteiros  e deixe ali por cerca de dez minutos – eu nunca cronometrei, quando volto da feira começo a organização dos alimentos por ele e retiro depois de organizar o restante.

Depois desse tempinho, escorra e enxágue rapidamente, deixe os sobre uma toalha para que escorra toda a água e fiquem sequinhos. Disponha em pote com tampa e guarde na geladeira.

Dura por vários dias sem que amoleçam ou juntem bolor.

Obs: Se for congelar, tire a parte verde.

2. Saladas e folhas

Na trend das dicas preferidas essa está em segundo lugar e funciona MUITO bem na conservação de hortaliças:

Depois de lavar as folhas e deixar o excesso de água escorrer, disponha-as em um recipiente forrado com papel toalha, tampe ou use filme plástico para vedar o pote e guarde na parte baixa do refrigerador.

As folhas ficarão frescas por muito mais tempo. É fantástico!

3. Salsinha e cebolinha

Nem sempre utilizamos todo o maço de salsinha e cebolinha na receita do dia. Muitas vezes deixei o restante na gaveta da geladeira pra usar depois e eles acabaram no lixo, mas isso é uma mania bem superada aqui em casa..haha

Nesse caso tenho duas dicas:

A primeira é: deixe tudo picadinho e congele com óleo ou azeite de oliva. Mantém o frescor e de quebra agiliza o tempero de pratos em um dia que você não tem muito tempo para picar tudo.

A segunda é: preparar uma deliciosa e rápida maionese de ervas:

• 100 ml de leite gelado
• Sal a gosto
• Cerca de 200 ml de Óleo, ou até dar ponto
• Salsinha e cebolinha verde a gosto
• Alho, se desejar

Coloque o leite gelado, o alho, a salsinha e a cebolinha no liquidificador e bata até processar tudo, depois, vá colocando o óleo aos poucos, em fio, até que fique em consistência de maionese. Acrescente o sal e passe para um pote de vidro.

Conserve em geladeira.

4. Queijo

A melhor forma de armazenar queijos para que não ressequem é embrulhá-los em papel filme e armazenar conforme sua cura: Queijos frescos e suaves, necessitam de refrigeração, já os queijos duros e maturados, precisam ser mantidos em local fresco e arejado.

Caso o queijo fique duro, você poderá transformá-lo em queijo ralado. Quem resiste?

Maaas, ainda há uma dica extra: deixe o queijo imerso em leite de um dia para o outro, ele voltará a ficar macio e pronto para o consumo.

5. Abacate

Cortar um abacate faz com que um processo de oxidação seja iniciado, escurecendo a fruta, então dica é a utilização de um agente ácido retarda esse processo.

A ideia é cobrir a superfície interna da fruta com suco de limão, embrulhar em papel filme, para eliminar o máximo possível de contato da fruta com o ar e depois leva-lo à geladeira

6. Milho, ervilha e conservas:

Essa é bem simples, mas valiosa. Enlatados, após abertos, devem ser guardados em pote de vidro com o próprio líquido de conserva e mantidos sob refrigeração.

7. Legumes:

A maneira mais simples e adequada para conservar legumes é fazendo o branqueamento. É bem simples, na mesma proporção que é eficaz, aumenta a durabilidade e mantém os nutrientes:

Limpe ou descasque os legumes e corte em pedaços. Enquanto faz isso, deixe uma panela com água no fogo para que ferva.

O branqueamento consiste em colocar os legumes por alguns minutos (média de 4 a 5 min.) em água fervente e depois, com uma escumadeira são colocados em um recipiente com água e gelo pra resfria-los imediatamente e cessar o cozimento.

Após esse processo, devem ser secos e dispostos em embalagens, retirando todo o ar. Podem ser armazenados em freezer ou geladeira.

No freezer, legumes branqueados podem durar de 6 a 8 meses. Na geladeira, podem durar de 7 a 10 dias, dependendo do alimento.

8. Carnes

Se você não vai preparar na hora, o congelamento sempre será a melhor opção para aumentar o tempo de conservação de carnes.
A carne deve ser congelada em sacos plásticos próprios para freezer, não devendo ser utilizadas bandejas de isopor.

Notas:

• Carnes com maior teor de gordura tem tempo de vida útil menor, visto que a gordura sofre oxidação mesmo congelada.
• A carne não deve ser lavada.
• Após descongelada, não deve retornar ao congelador. Já prepare porções antes de congelar.

BÔNUS: Use potes de vidro

Eu me tornei o que mais temia.. haha (sempre quis usar essa frase).

Confesso que quando mais nova achava esquisito reutilizar potes de conserva, agora sou a louca dos potes.

Além de muito úteis, fica um charme e de quebra, ajuda na sustentabilidade. Muito práticos, facilitam a visibilidade do alimento e não transferem cheiro ou gosto, podendo ainda ir ao congelador e na maioria dos casos ao micro-ondas..

Ps: Para mais dicas de congelamento, acesse essa matéria maravilhosa da nossa nutri Marja:

https://arquitetandoestilos.com/congelamento-de-alimentos/

Leia também...

Deixe um comentário