Como escolher uma tatuagem

Quando a pauta é tatuagem o papo fica bem abrangente, né? Principalmente no momento em que a decisão sobre que desenho vou levar no meu corpo pro resto da vida vem a calhar. Pois bem, pra chegarmos ao desenho ideal são inúmeros os fatores que precisamos definir: referências, estilo artístico, traçado, cores, detalhes, o profissional adequado pro trabalho que foi escolhido… E o que mais vemos dentro do estúdio é que dificilmente o cliente vem nos procurar com alguma ideia certa do que quer fazer {na maioria das vezes não chegaram sequer a pesquisar pra ter um norte artístico. Loucura? ?}. Antes de entrarmos nos conceitos artísticos vamos entender o que cada um desses tópico significa:

  • Referências:

São inspirações em conteúdos artísticos, e não cópias idênticas de outros trabalhos, ok?! É quando você se inspira em alguma arte ou artista pra chegar no desenho com o melhor propósito pra sua história. A cópia de outras tatuagens desvaloriza o significado do desenho que a pessoa escolheu fazer e ainda desrespeita o artista que dedicou tempo trabalhando em cima de tal projeto. Deem margem pro seu profissional criar, afinal nós como artistas estamos aqui justamente pra ajudar vocês ??

  • Estilo artístico:

Ainda vamos esmiuçar melhor essa parte, mas em poucas palavras, é o tipo de arte a ser escolhida. Por exemplo, old school ou realismo. Cada profissional tende a se especializar em um setor. O ideal é que o cliente sempre dê aquela olhadinha no portfólio e veja se o que espera está dentro do que tal profissional oferece.

  • Traçado:

É a espessura desejada no desenho. Isso está ligado ao estilo artístico que o profissional trabalha. Lembrando que, não é porque tal profissional arrasa em traços finos (fineline) que ele vai mandar bem em traços mais pesados (boldline) e vice-versa.

  • Cores:

Quanto a cor em si não tem muito mistério, ou ela existe ou é em preto e branco. Algo a ser pensado é se o desenho vai ter traços coloridos ou se vai ser preenchido (independente se em preto ou colorido), pois caso seja a segunda opção, deve-se procurar estilos de preenchimento como o pontilhismo ou a aquarela.

Afim de ajudar vocês a pensarem no desenho ideal, vamos rever um pouquinho da história da tatuagem…

O primeiro relato é datado de 3.300 anos a.C, onde pesquisadores acreditam que o povo denominado Ötzi, utilizava da tatuagem por meio de carvão friccionado na pele como tratamento medicinal. Com o desenvolvimento cultural, a tatuagem passou a tomar diversos significados. De acordo com o National Geographic, “as mulheres que dançavam nos funerais egípcios por volta de 2.000 a.C tinham os mesmos desenhos abstratos de traços e pontos encontrados em múmias do sexo feminino desse período”. Já o povo romano acreditava que o corpo é um templo sagrado, então as tatuagens eram banidas e reservadas à criminosos. Foi mais além que este povo associou a arte com bravura, especialmente com os soldados em épocas de guerras. Após a tatuagem cair em desuso na época das cruzadas em alguns continentes, a arte foi retomada e ganhou nome e significado. Foi no século 18 que marinheiros passaram a usar da arte como forte aspecto cultural. No Havaí, tatuava-se a língua de entes que viessem a falecer. Em Borneo, os nativos tatuavam um olho na palma da mão dos falecidos servindo como um guia espiritual. Na Nova Zelândia, os Maoris tatuavam os rostos afim de definir a que família pertenciam. No Japão deu-se origem à Yakuza, povo que dominava artes singulares com uma técnica chamada tebori e fechamentos corporais em bodysuits após a tatuagem se tornar ilegal no país.

Acredita-se que a origem do nome tatuagem surgiu em 1979 com o termo “tatau”, técnica até então utilizada ao se tatuar.

A primeira máquina elétrica de tatuar veio a existir em 1891 pelo norte-americano Samuel O’Reilly, foi daqui então que a tatuagem ficou marcada por marinheiros, rebeldes e veteranos da Segunda Guerra Mundial.

Pensando de maneira geral, a tatuagem representou muito para a história. Marcou desde relatos da vida social (casamentos, características religiosas) como para identificar prisioneiros, servir como proteção dentre outros fins. E é daqui que surgiram os estilos artísticos:

  • Tradicional ou Old School:

São os desenhos que remetem ao ambiente dos marinheiros, como âncoras e andorinhas. É o estilo marcado pelas cores primárias chapadas e uniformes, sem degradês e variações, com sombras bem marcadas e linhas espessas e bem delineadas (boldline), técnica decorrente do limite que os materiais de época permitiam.

(Artista: sign_of_the_wolf)

(Artista: samuelebriganti)

  • Neotradicional:

É o tradicional atualizado, onde varia-se a espessura do traçado mais espesso sendo o externo, delimitando o desenho, e os traços internos mais finos. Aqui já encontramos a paleta de cores secundária e o uso mais sutil de sombras.

(Artista: hannahflowers_tattoos)

(Artista: victorcosta.tattoo)

  • Realismo:

Ou como ficou popularmente conhecido como tatuagem em 3D. É o estilo que busca trazer o desenho mais parecido com a realidade.

(Artista: renatajardimtattoo)

(Artista: arlotattoos)

  • New School:

Também com traçados mais espessos, esse estilo é marcado pelas referências nos HQ’s, mangás, filmes e séries em desenhos que não seguem uma linha proporcional, geralmente caem na caricatura em cores super contrastantes.

(Artista: kiwi_tattoo)

  • Tribal:

Caracterizado pelos desenhos de tribos com formas primitivas (geométricas ou abstratas) em cores chapadas, geralmente em preto.

(Artista: Desconhecido)

  • Maori:

Tradicionalmente era vista como um ritual de passagem. Os desenhos são inspirados pela história do cliente, geralmente feitos em freehand (à mão).

(Artista: bong_tatau)

(Artista: Kikotattoorio)

  • Oriental:

Trabalhos geralmente de fechamento de corpo (bodysuits) onde os desenhos tem motivos orientais.

(Artista: tomo_silkneedletattoo)

  • Geométrico:

Como o próprio nome diz, são desenhos marcados pela geometria.

(Artista: jessicasvartvit)

(Artista: xoxotattoo)

  • Aquarela:

Técnica onde a tinta na pele fica translúcida, como se diluída em água. A tinta pode estar ou não delimitada ao desenho. É interessante notar aqui que muitas vezes os artistas que usam da aquarela não contornam a forma. Isso vai da técnica de cada profissional.

(Artista: sashaunissex)

(Artista: koray_karagozler)

(Artista: ycoiado)

  • Pontilhismo:

Originado no impressionismo artístico, o dotwork é construído pela justaposição de pontos.

(Artista:  ibrahimbarboza)

  •  Blackwork:

Como sugere o nome, são trabalhos em preto e branco.

(Artista: maxvorax)

(Artista: lucashalmonttattoo)

  • Biomecânico:

Desenhos que simulam partes do corpo feitos como que em peças de metal interligadas à anatomia humana.

(Artista: desconhecido)

  • Minimalismo:

São os desenhos representados pelo mínimo uso de detalhes, geralmente feitos em traços finos geralmente e tatuagens mais delicadas

(Artista: ycoiado)

(Artista: tritoan_seventhday)

  • Trash polka:

Um dos estilos mais contemporâneos marcados pela fusão da arte abstrata com a natureza. É a mistura de formas, cores e desenhos.

(Artista: katalden)

(Artista: koitattoo)

Como escolher uma tatuagem…

Visto que cada desenho requer uma técnica e um profissional adequado, pra você que já é tatuado e ouviu as recomendações que o artista lhe deu sobre os cuidados sobre a sua tattoo recém feita, ta aqui o motivo do porquê que cada profissional indica um cuidado diferente. Cada técnica requer um cuidado específico. Um traçado mais espesso segura melhor na pele, tende a cicatrizar uniforme, diferente dos traços finos, onde qualquer atividade mais rígida que movimente a área tatuada influencia se o traçado vai se manter fino assim como recém feito. O mesmo é válido para a aplicação de cores, um trabalho apenas contornado deixa a pele respirar muito mais que uma tatuagem preenchida geralmente feita em mais de uma sessão, onde a cada vez que ela for pigmentada a pele sofre como um novo machucado.

De modo geral, todos nós tatuadores recomendamos manter a higiene da sua tattoo em dia. Alguns indicam pomadas cicatrizantes, outros apenas um bom hidratante. O uso do plástico filme também é motivo de dúvidas dentre os tatuados. Mas uma coisa é certa: siga exatamente as instruções do seu profissional. Afinal, a tatuagem perfeita é resultado de uma arte bem desenvolvida, da técnica aplicada corretamente e posteriormente dos cuidados executados conforme orientado pelo seu profissional para que a tatuagem fixe conforme o artista trabalhou.

Ref: Megacurioso, National Geographic, Wiplash, Revista galileu

Leia também...

2 comentários

Gislaine 21 de fevereiro de 2018 - 14:34

Olá, achei bem legal as informações, porque tem gente que não cuida da tatuagem e depois culpa o tatuador pelo resultado .
Parabéns

Responder
Yasmin Coiado 27 de fevereiro de 2018 - 14:00

Também é nossa função orientar vocês pra melhor forma de cuidar do investimento que vocês estão levando na pele pra vida. Que com o texto a gente aprenda a separar os erros né. Obrigada pela devolutiva.

Responder

Deixe um comentário

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.