Câncer de próstata em cães e novembro azul…

No mês passado demos ênfase ao câncer de mama em cachorras e gatas, e no mês de Novembro a campanha para o incentivo aos exames de próstata ganham reforço neste mês, sendo considerado como Novembro Azul, e por isso não poderíamos deixar de falar deste problema em nossos cães!

Pois é, eles também podem sofrer de problemas prostáticos que podem evoluir para um câncer. Os cães são os mais acometidos, em gatos os problemas na próstata são mais raros, por isso daremos mais enfoque no cão.

O aumento da próstata ocorre na maioria dos cães que não são castrados, isso ocorre devido a desequilíbrios hormonais que são ocasionados ao decorrer da idade, gerando alterações no tecido prostático, desta forma observamos a ocorrência destes problemas em cães após 5 anos de idade.

cancer-cachorros

Geralmente não fazemos exames periódicos em nossos animais e só os levamos quando percebemos algo de errado, infelizmente quando os sinais clínicos aparecem são quando os problemas já estão mais avançados. Nos casos de aumento prostático os cães podem ter sinais clínicos variados, podem dar início apenas com uma dificuldade de urinar a dificuldade para defecar, outros podem apresentar apatia, febre, dor no abdômen ventral, ou um corrimento saindo pela uretra, alguns não manifestam nenhum sinal clínico e as vezes em uma consulta rotineira pode ser um achado pelo médico veterinário.

Além do aumento da próstata, outros problemas podem ocorrer e devem ser diferenciados, por exemplo cistos prostáticos, abcessos, prostatite bacteriana, neoplasias. Afecções na próstata também podem ser confundidas com doenças no trato urinário, por apresentarem sinais clínicos semelhantes, como infecções na vesícula urinária, cálculos urinários ou até mesmo tumores na vesícula urinária. O médico veterinário ao realizar o exame físico do paciente quando suspeita-se de um problema na próstata ele pode realizar a palpação retal, avaliando-se se á aumento. Além do exame físico e da palpação, poderá ser solicitado vários exames que serão complementares para o diagnóstico definitivo, podendo ser eles: Ultrassonografia abdominal, exames de sangue, biopsia, citologia entre outros.

cancer-cachorros-toque

Quando o diagnóstico de aumento prostático é confirmado o tratamento de escolha é a castração, visto que, ao realizar a retirada dos testículos os níveis hormonais caem, diminuindo assim o seu tamanho, já que o mesmo é hormônio-dependente. Em alguns casos o tratamento pode ser realizado com medicamentos que inibem a produção dos hormônios que atuam sobre a próstata, porém seus efeitos colaterais em cães podem ser maiores e ocorrer insucesso no tratamento.

Aumentos na próstata podem evoluir para um tumor prostático o que requer tratamentos adicionais além da castração. Estudos demonstram que o câncer de próstata mesmo em cães castrados podem ocorrer na mesma proporção que cães inteiros. Se seu cão já tem mais de 5 anos, sendo ele castrado ou não, ao realizar uma consulta rotineira com o seu veterinário solicite que ele realize a palpação retal, caso ele notar alguma anormalidade irá oferecer outros exames diagnósticos!

A prevenção é sempre o melhor remédio!

Até o próximo mês!

Leia também...

Deixe um comentário