Por mais dias de brancos leves.

Você tem costume de degustar vinhos brancos? Te faço essa pergunta porque no Brasil o consumo de brancos é infinitamente menor do que o de tintos e ainda tem muita gente que torce o nariz pra eles.

Eu sou da turma dos “branqueiros”,  não abro mão deles nem mesmo em dias frios e por isso hoje vou falar um pouquinho sobre uma de minhas uvas favoritas dentre as brancas: Sauvignon Blanc.

Ela é o que automaticamente vem à minha cabeça quando penso em brancos: frescor, acidez, citricidade…. Imaginem um dia quente e a vontade de um suco cítrico geladinho… Ahhhhhh! É essa a sensação que a SB (para os íntimos) provoca.

Aliás, por esse seu caráter um pouco diferente do que estamos acostumados nos vinhos (geralmente com aromas mais quentes, madeira, etc) ela é muitas vezes rejeitada pelo grande público e também pelos críticos de vinho.

Há alguns dias li um especialista britânico falando sobre o assunto e pontuando que a SB não é um vinho para esnobes que não a sabem compreendê-la. Isso porque ela não veio ao mundo para ser complicada, seja na vinificação, seja  apreciação, seja na harmonização com os pratos.

Enfim: A SB é perfeita para os dias mais quentes, para acompanhar pratos leves, saladas (já espiaram a coluna AE Gourmet de hoje? Tem saladas deliciosas para harmonizar com a Sauvignon Blanc: link AQUI), peixinhos brancos… Ou simplesmente para aquele momento de relax ao final do dia.

Quer uma dica de um vinho elaborado com essa uva e que eu amo? Pulenta VI, 100% Sauvignon Blanc, Argentina: Tem essa cor amarelo palha que já demonstra o quão leve e fresco ele é (SB geralmente não estagiam em madeira). Aromas de lima, limão e um fundinho de ervas… Na boca é deliciosamente refrescante e com boa persistência (o que faz com que ele suporte bem os temperinhos de sua salada).

IMG_0732

Se quiser provar outros Sauvignons Blancs de qualidade busquem por chilenos do Valle do Casablanca, neo zelandeses da região de Marlborough e franceses das regiões do Vale do Loire e Bordeaux e deem prioridade às safras mais jovens.

Ah! Reparou na tampinha dele? Ele não foi fechado com rolha de cortiça, mas com tampa de rosca, a chamada screwcap. E esse será o nosso próximo assunto.

Até a próxima coluna, Keli Bergamo.

 

Leia também...

2 comentários

Camilo 11 de março de 2016 - 11:39

Também não era fã do branco, mas tenho apreciado e gostado. Ansioso pela reportagem das rolhas, tem muito o que esclarecer para nós.. Parabéns!!

Responder
Keli Bergamo 11 de março de 2016 - 16:44

Obrigada, Camilo! Dia 25 estará no ar. Bj!

Responder

Deixe um comentário

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.