Esse não era exatamente o tema que queria trazer para esse mês, mas a verdade é que, por mais que tentasse, nada que saía sobre o outro tema era original e sinceramente não estou interessada em trazer algo pronto ou simplesmente copiado para vocês, esse texto é sobre amigas e amigos, pessoas especiais que entram na sua vida e que podem escolher permanecer nela ou não – não há laço de sangue que os segurem – e o quanto essas pessoas são importantes.

Eu nunca fui uma pessoa de muitos amigos – não que eu soubesse o que era isso – sempre me contentei com meu grupinho de três amigas, com o tempo, o grupinho se desfez e eu me vi sozinha, entre colegas de turma, pessoas que considerava legais, mas nunca com amigas. Isso mudou depois de uns anos onde me vi com uma amiga e vários amigos, nessa época eu tinha orgulho de pronunciar: “Nunca me dei bem com meninas” Ai machismo impregnado.

Esses amigos eu mantenho até hoje e os amo, foram eles que me ensinaram que eu não precisava ser como todos para ter pessoas importantes na minha vida, foram eles que me mostraram que as aparências não importam se no fim das contas você está contente com quem é. Quando saí daquele ambiente, esses pensamentos me salvaram, fiz amigos novos e me sentia perdida ao mesmo tempo – mudar de ambiente tem dessas – você tem que se adequar, mas nunca perder a sua essência, posso dizer que meu ego colocou minha cara em xeque várias vezes nesse tempo.

Depois disso, novas pessoas entraram na minha vida, amigas – foi quando percebi que sim, eu me dava muito bem com meninas e com meninos, não há distinção em amizades verdadeiras – essas amigas formaram um grupo que sempre sonhei participar e que se mostrou muito mais complicado do que na minha cabeça – quem nunca? – mas muito mais recompensador e alegre também.

Foram momentos ótimos ao lado dessas pessoas guardados em fotos, frases, risadas, conversas e memórias – minhas, deles e do celular – e saber que escolhi criar cada um desses momentos é uma perspectiva totalmente positiva para mim, como eu, essas pessoas escolheram permanecer no meu caminho quando as coisas não estava fáceis, eu escolhi permanecer com elas quando as coisas não estavam fáceis, essa lealdade não é comprada, é dada, de coração, de alma e de cérebro, todos os amigos brigam e reclamam um do outro as vezes, e ainda sim, esses momentos nunca são lembrados com total fidelidade quando perdoados.

Ah, antes que eu esqueça, novas pessoas entraram e continuam entrando na minha vida como furacões, pessoas incríveis, amigos que conheci através de amigos, gente que começou do nada e se tornou importante, é um ciclo onde eu aumento cada vez mais um círculo de amizades. Talvez nem todas durem, mas ao meu ver, cada uma delas tem ou teve uma lição importante para me ensinar ou aprender comigo. Obrigada a todas as pessoas maravilhosas que sabem que são especiais para mim, que sabem que são como família, minha segunda família, meus amigos <3

Leia também...

1 comentário

Avatar
myCBSEguide 30 de março de 2018 - 12:54

Vc tem mais do que eu! Fica sossegada pq pelo jeito é assim mesmo, eu tbm me esforço para fazer novas amizades mas tbm não estou conseguindo ter sucesso, hj as pessoas são mais superficiais, minha concepção, vc não consegue mas ter aquele tipo de amizade que frequenta a sua casa, é mais amizade para sair e olha lá. Eu to fazendo cursos e msm assim as amizades só ficam naquele ambiente. É osso. Sou pobre daí dificulta tbm pq hj em dia as pessoas vão muito atrás de status como eu não posso dar status nem para mim então isso pode ser um dos fatores para que eu não tenha amizades! Fica calma e vá a lugares, uma hora aparece alguém.

Responder

Deixe um comentário