Alimentos que Melhoram a Disposição

A falta de disposição é uma queixa muito comum entre homens e mulheres de todas as idades. As pessoas já acordam sem ânimo e passam o dia todo assim: sem energia! Entre os fatores que podem causar esse cansaço constante está a má alimentação.

Os alimentos são o “combustível” do corpo e a qualidade desse combustível é que vai determinar o bom funcionamento do nosso organismo. Os nutrientes mais importantes para a produção de energia são: vitaminas do complexo B, magnésio, carboidratos integrais, ferro, zinco, selênio e vitamina C.

As vitaminas do complexo B são fundamentais para o metabolismo dos carboidratos, elas fazem parte da transformação da glicose em energia. Os sintomas mais comuns da deficiência dessas vitaminas são cansaço, falta de disposição e fraqueza muscular. As vitaminas do complexo B são encontradas em alimentos como cereais integrais: aveia, centeio, arroz integral, a gema do ovo, carnes, peixe, e as leguminosas, como a lentilha e o feijão.

Prefira os carboidratos integrais, pois eles possuem fibras que tornam sua absorção mais lenta fazendo com que você libere insulina de forma regular e tenha energia de forma constante. Os carboidratos refinados e o açúcar forçam o organismo a liberar muita insulina de uma vez só, desregulando a glicemia e nos deixando fracos, irritados e indispostos.

A deficiência de magnésio está associada ao aumento da resistência à insulina, o que dificulta a entrada de glicose na célula e sua transformação em energia. São boas fontes de magnésio: castanhas, aveia, couve, brócolis, espinafre, feijão, linhaça, semente de abóbora e de girassol.

O zinco auxilia a regular a atividade da insulina, além de participar da formação da hemoglobina e proteínas. É importante no exercício físico, pois auxilia na redução do lactato. A fadiga pode ser decorrente da formação de lactato, que ocorre quando há déficit de nutrientes antioxidantes (como zinco e selênio) e vitaminas do complexo B, principalmente em pessoas sedentárias ou que fazem pouca atividade física. Podemos encontrar zinco em ostras, nozes, castanhas, carnes magras, arroz integral, aveia, feijão, semente de abóbora, pão integral.

Com relação ao selênio, os principais sintomas de deficiência são as dores musculares, fadiga e a fraqueza muscular. Os alimentos que contém este mineral são castanha-do-pará, amêndoa, avelã, salmão, ostra, farelo de trigo, semente de girassol, fígado, farinha de centeio.

Pessoas com anemia podem se sentir fracas, sem disposição, com fadiga muscular e falta de concentração. O ferro é um nutriente essencial na formação de hemoglobina e mioglobina que participam do transporte de oxigênio e oxigenação dos músculos. Alimentos como feijão, lentilha, carne vermelha, fígado, vegetais verdes escuros são boas fontes de ferro. É importante consumir alimentos que contenham vitamina C para que o ferro seja melhor absorvido. A vitamina C é facilmente encontrada em frutas cítricas e vegetais como abacaxi, limão, laranja, morango, brócolis, couve, espinafre, tomate, pimentão.

Como podemos observar, não existe segredo para uma alimentação que faça as pessoas se sentirem mais dispostas. Os alimentos naturais e pouco processados fornecem os nutrientes necessários para que as pessoas se sintam menos cansadas. O problema é que normalmente quando chegamos em casa depois de um longo dia de trabalho, procuramos alimentos prontos ou fáceis de serem preparados e é aí que mora o perigo. É por isso que se torna cada vez mais interessante gastar um pouco do nosso tempo para organizar a nossa alimentação, deixando refeições e lanches prontos, tendo assim alimentos saudáveis à mão na hora da fome.

Fazendo isso você quebra o ciclo vicioso de cansaço e consumo de alimentos que roubam a sua energia, fazendo seu corpo, sua mente e seu dia renderem muito mais.

 

Leia também...

Deixe um comentário