Olá! Meu nome é a Alessandra Bueno Iasbek, sou fisioterapeuta especialista em ortopedia e também acupunturista com consultório em Londrina – Pr.

Fiquei muito feliz quando recebi o convite do AE para falar sobre acupuntura, essa especialidade da Medicina Tradicional Chinesa com ampla utilização em auxílio a nossa saúde física e mental.

Dentre as inúmeras possibilidades de utilização da técnica, escolhi falar sobre algo pouco difundido: como auxiliar no tratamento de infertilidade.

Antes de começarmos a falar da atuação da acupuntura no tratamento da infertilidade é importante ressaltar que existe diferença entre esterilidade (impossibilidade de conceber naturalmente) e a infertilidade (dificuldade de conceber naturalmente),

Tenho vivenciado alguns pacientes que, tentando engravidar, se deparam com um grande inimigo da ovulação: a ansiedade e o estresse.

Para alguns casais a gravidez vem de forma natural, outros dependem de tratamentos e os resultados negativos trazem consigo ansiedade e estresse que acabam interferindo no ciclo reprodutivo.

E onde a acupuntura pode ajudar nesses casos? Além de auxiliar nos fatores emocionais já muito estudados como reduzir a ansiedade, diminuir o estresse causado não só pelos resultados negativos mas também por todo cansaço que o próprio tratamento acarreta, ela atua também no combate aos efeitos colaterais dos medicamentos utilizados nos tratamentos da Medicina Ocidental.

A acupuntura tem ainda ação direta na área responsável pelo estímulo da ovulação no cérebro e também aumenta o fluxo sanguíneo no revestimento do útero (endométrio), que é como o solo de um jardim, o qual precisa estar bem irrigado (com bastante fluxo sanguíneo) para proporcionar ao que for plantado (embrião) a sobrevivência e crescimento.

Outro benefício da acupuntura é a regulação dos níveis hormonais, pelo que, inclusive pode ser utilizada sozinha como meio de facilitar a ovulação e a fecundação.

Por isso a acupuntura, de modo complementar ou isolado, pode representar um aumento da chance de sucesso da fertilização em mulheres.

Vale lembrar que nenhum resultado é alcançado em uma única sessão, sendo necessário, após avaliação inicial, um número mínimo de atendimentos para que se obtenha o resultado almejado. Estudos demonstraram maior eficácia da técnica quando iniciada em torno de dois meses antes da fertilização in vitro com uma aplicação, inclusive, no dia da transferência do embrião.

É como eu sempre digo: “Acupuntura é uma técnica criada há 2 mil anos, e como toda idosinha é muito sábia!!!!”

Grande beijo e até a próxima

Ale Iasbek

Leia também...

Deixe um comentário