Acupuntura e Enxaqueca

Para a Medicina Ocidental a enxaqueca é uma dor de cabeça intensa, pulsátil, que pode durar de 3 horas a 3 dias, e pode ser acompanhada por náuseas, vômitos, fotofobia (aversão a luz), fonofobia (aversão ao som) e aura (pontos brilhantes que ficam por pelo menos 20 minutos).

A origem dessa patologia é desconhecida, mas acredita-se que esteja ligada a componentes genéticos, mas alguns alimentos como queijos, frutas cítricas, banana, feijão, cafeína, chocolate, álcool também podem ajudar a desencadear a enxaqueca.

Já para a Medicina Oriental a enxaqueca é classificada de acordo com o estado geral do indivíduo e não só pela natureza da dor de cabeça. É um desequilíbrio do Yin Yang, que regula as funções do corpo e da mente.

O efeito da acupuntura em uma crise de enxaqueca pode ser muito rápido, pois ela libera endorfina (substância produzida pelo nosso organismo semelhante à morfina) trazendo um alívio rápido da dor. Também ativa um circuito no cérebro chamado “sistema supressor da dor” e com isso os graus de alívio podem ser muito altos e sem nenhum efeito colateral, pelo que demonstra maior vantagem em comparação aos fármacos.

Além do tratamento durante as crises, a acupuntura pode e deve ser utilizada fora delas, mantendo seu organismo em equilíbrio para prevenção de novos episódios ou ao menos proporcione o enfraquecimento dos sintomas.

Cuide da sua alimentação, pratique atividade física e procure um acupunturista. Você pode sim ficar livre dessas dores.

Grande beijo e até a próxima!

Ale Iasbek

Leia também...

Deixe um comentário